Cannabis & Saúde

Remédio para ansiedade: como o CBD é eficaz no tratamento?

Encontrar um remédio para ansiedade é uma busca comum para uma parcela população brasileira. Veja como o CBD pode ser usado como uma opção!
remédio para ansiedade como cbd eficaz tratamento

Encontrar um remédio para ansiedade é uma busca comum para uma parcela expressiva da população brasileira.

Afinal, de acordo com uma pesquisa do Ministério da Saúde, mais de 19 milhões de pessoas no Brasil padecem desse mal, o que nos coloca na liderança absoluta em número de casos em todo o mundo.

canhamo industrial brasil onde encontrar medico para prescricao

Agende uma consulta com médicos prescritores de Cannabis Medicinal.

O sistema de agendamento de consultas foi criado com o apoio de um conselho altamente qualificado para conectar você à profissionais sérios e habilitados para lidar com as mais diversas patologias nas quais o tratamento com CBD é recomendado

Assim sendo, temos um quadro grave de saúde pública a ser tratado, o que requer uma grande mobilização por parte da sociedade e do governo.

Um aliado nesse sentido é o canabidiol (CBD), cujas propriedades terapêuticas vêm se mostrando eficazes no combate à ansiedade.

Ao longo deste conteúdo, vamos explicar mais sobre o seu papel no enfrentamento de uma doença tão abrangente sobre a nossa população.

Acompanhe até o final para ficar por dentro do tema.

Remédio para ansiedade: afinal, o que é ansiedade?

remédio para ansiedade afinal o que é

A ansiedade (CID 10 F41.1) é um transtorno de comportamento em que o indivíduo se preocupa excessivamente, mesmo com ocorrências corriqueiras.

Também se manifesta na forma de um medo irracional e exagerado de situações, pessoas e até da calmaria.

Embora seja uma enfermidade que afeta a personalidade, ela também apresenta sintomas físicos, que serão abordados mais à frente.

Uma pessoa ansiosa pode ter sérios problemas, não só porque a condição a impede de socializar normalmente, mas porque pode até gerar outras doenças psicossomáticas. 

Ainda que seja clinicamente diagnosticável, essa é mais uma enfermidade comportamental cujas causas nem sempre são identificadas com facilidade.

Quais são as causas da ansiedade?

remédio para ansiedade quais sao causas

A ansiedade tem um forte componente subjetivo que contribui para o surgimento e a evolução da doença.

Desse modo, esse é um transtorno que tem muito a ver com fatores externos e internos.

Ainda assim, ela também pode ser desencadeada por fatores que o indivíduo portador não consegue modificar (ou tem influência limitada), como o ambiente ou mesmo a herança genética.

Também pode ter relação com doenças físicas, como disfunções hormonais, problemas cardiovasculares, dores crônicas e uso abusivo de álcool e drogas.

Quais são os tipos de ansiedade?

remédio para ansiedade qual sao os tipos

Por ser um problema cognitivo-comportamental, a ansiedade nem sempre se manifesta da mesma forma.

Isso faz com que a prescrição de um remédio para ansiedade seja precedida de uma cuidadosa investigação por parte do psiquiatra junto ao psicólogo ou, em alguns casos, neurologista.

Uma pessoa que sofre de TOC, por exemplo, demandará um tratamento diferente do que é empregado para quem tem TEPT (Transtorno de estresse pós-traumático) e por aí vai.

Logo, cada caso deve ser avaliado individualmente para que seja prescrito um remédio para ansiedade adequado, na dose certa e com o mínimo de efeitos colaterais.

Confira, então, quais são os tipos de ansiedade já conhecidos pela medicina e se você (ou um amigo ou familiar) se identifica com seus sintomas.

Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC)

Estima-se que aproximadamente 8 milhões de brasileiros sofram de TOC, um tipo de transtorno em que a pessoa desenvolve tanto obsessões quanto compulsões doentias.

Na verdade, a compulsão é resultado da obsessão, que pode ser por limpeza, por medo de se contaminar ou por organização.

Dessa forma, portadores de TOC sentem um medo ou um desejo incontrolável, cujo objeto varia.

Pode ser um temor por contrair doenças, o que os leva a higienizar as mãos diversas vezes ao dia, ou um apego excessivo à organização. 

Nesse caso, a compulsão pode se manifestar como rituais de organização repetitivos, nos quais a pessoa nunca se dá por satisfeita.

Ataques de pânico

Os ataques de pânico são menos sutis que o TOC e, por isso, podem gerar graves prejuízos sociais e de saúde.

Seu sintoma mais agudo é a sensação iminente e inexplicável de que algo muito ruim vai acontecer, o que faz com que a pessoa se sinta extremamente nervosa e angustiada.

Esse tipo de ansiedade é também conhecido como síndrome do pânico, que pode ser desencadeada por uma fobia, outra modalidade da enfermidade que conheceremos a seguir.

Por exemplo, uma pessoa que tem fobia de lugares fechados pode ter um ataque de pânico caso tenha que permanecer em um elevador.

Fobias

Nas fobias, o medo é focado em um objeto ou situação que leva a pessoa a evitá-los a todo custo. 

Caso ela se veja defrontada com o seu maior medo, a reação é um sentimento de pânico ou uma ansiedade extrema.

A maioria das pessoas com algum tipo de fobia entende que seu medo é inexplicável e, portanto, irracional.

É consenso na comunidade médica que as fobias são a modalidade de ansiedade mais comum. 

Entre as mais recorrentes estão o medo de altura (acrofobia), fobia social (sociofobia), medo de lugares fechados (claustrofobia) ou de aranhas (aracnofobia).

No entanto, existem outros tipos de fobia não tão recorrentes, como a triscaidecafobia, em que a pessoa tem medo de tudo que se relaciona ao número 13, e até a fobofobia, que é o medo exagerado de desenvolver uma fobia.

Transtorno de estresse pós-traumático (TEPT)

No TEPT, o fator que desencadeia a ansiedade é um evento que, por sua natureza psicotraumática, faz com que a pessoa desenvolva fobias ou bloqueios mentais.

Esse é um distúrbio que em geral acomete:

  • Mulheres vítimas de estupro ou de violência doméstica
  • Militares, policiais ou pessoas com sequelas físicas de conflitos armados
  • Vítimas de sequestro
  • Pessoas que perderam familiares de forma trágica ou repentina.

A partir do evento traumático, o comportamento do indivíduo tende a mudar.

Então, se ele enfrentar uma situação que remeta a esse evento ou tiver que lembrá-lo, poderá ter crises de ansiedade, de choro e de raiva, entre outras reações imprevistas.

Ansiedade generalizada

Já o quadro de ansiedade generalizada se caracteriza por crises constantes, causadas por motivos diversos.

Esse tipo de condição é diagnosticado quando o indivíduo contabiliza, em um período de seis meses, mais dias ansiosos do que em um estado normal.

Também se diagnostica quando a ansiedade é desencadeada por múltiplos fatores, além de a pessoa apresentar sintomas como tendência a se cansar com facilidade, tensão muscular e dificuldade em se concentrar.

Quais são os principais sintomas da ansiedade?

remédio para ansiedade quais sao principais sintomas

Além de afetar a parte psicológica e o comportamento, a ansiedade costuma vir acompanhada de sintomas físicos.

Por outro lado, como vimos, a condição pode ser desencadeada por aspectos diversos, embora no geral os sinais sejam bastante parecidos.

Em função disso, o tratamento deve focar mais em eliminar os motivos subjacentes à ansiedade e menos no controle dos sintomas.

Uma pessoa com TEPT, por exemplo, pode se ver livre das suas crises se conseguir superar o evento traumático.

Já alguém com fobia tem mais chance de ter uma vida normal se tiver a capacidade de enfrentar o local, objeto ou situação que o deixa angustiado.

Veja, então, quais são os sintomas mais comuns de ansiedade e de que maneira eles se manifestam.

Sintomas físicos

Uma pessoa ansiosa é, sobretudo, alguém que tem medo.

Como sabemos, o medo é um mecanismo do cérebro que serve como defesa quando nos defrontamos com uma situação desfavorável.

Em resposta a essa reação orgânica normal, o corpo costuma disparar certos “alarmes” que, na pessoa com a doença, tomam proporções exageradas.

É por isso que, via de regra, uma crise de ansiedade é acompanhada de sintomas físicos como:

  • Tontura ou sensação de desmaio
  • Enjoo e vômitos
  • Respiração ofegante ou falta de ar
  • Palpitações no coração ou aperto no peito
  • Dificuldade para dormir
  • Dor de barriga, que pode evoluir para diarreia
  • Roer as unhas
  • Tremores
  • Falar muito rápido
  • Tensão muscular, podendo apresentar dor nas costas
  • Irritabilidade.

Sintomas psicológicos

Normalmente, os primeiros sintomas da ansiedade são de ordem psicológica e comportamental.

Junto ao medo irracional inerente à doença, uma série de outros sentimentos negativos e distorções da percepção costumam se desenvolver.

Confira abaixo os mais recorrentes:

  • Preocupação
  • Medo constante
  • Pernas e braços agitados
  • Nervosismo
  • Sensação de que algo ruim vai acontecer
  • Dificuldade de concentração
  • Descontrole sobre os pensamentos
  • Preocupação constante em relação à própria vida e à realidade.

Remédio para ansiedade: o que dizem os especialistas?

remédio para ansiedade o que dizem especialistas

Embora seja uma doença com sintomas considerados graves, nem sempre o remédio para ansiedade consiste em medicamentos sintetizados ou ansiolíticos.

Dependendo do caso, é possível que o médico prescreva até mesmo calmantes naturais, como chá de camomila, suco de maracujá ou uma sessão de massagem.

No entanto, nos quadros mais agudos, possivelmente a medicação à base de ansiolíticos seja a solução escolhida.

Alguns dos fármacos mais prescritos como remédio para ansiedade são:

  • Diazepam
  • Valium
  • Oxazepam
  • Serax
  • Flurazepam
  • Dalmane
  • Temazepam
  • Restoril
  • Triazolam
  • Halcion
  • Clonazepam
  • Klonopin.

Importante: essa lista com opções de remédio para ansiedade é apenas informativa. Evite a automedicação.

5 principais remédios usados para tratamento de ansiedade

Via de regra, um remédio para ansiedade é ansiolítico e, como tal, só pode ser administrado com receita médica, uma vez que pode causar dependência.

Desse modo, o ideal é que, antes de um remédio para ansiedade, seja tentado o tratamento à base de substâncias naturais.

Claro que, com acompanhamento de um especialista, os riscos são bem menores, mas, ainda assim, eles existem e devem ser considerados.

Feito o alerta, veja abaixo quais são os cinco principais remédios prescritos para tratar da ansiedade e suas variantes.

1. Agomelatina

Prescrita para o tratamento do transtorno depressivo em adultos, a Agomelatina é um remédio para ansiedade administrado na forma de comprimidos de 25mg, ingeridos antes de dormir.

Essa dosagem pode ser dobrada se, em duas semanas, o paciente não apresentar melhora dos sintomas.

É considerado um remédio para ansiedade seguro, com poucos efeitos colaterais, entre os quais os mais relatados são dor de cabeça, tontura e náuseas.

Vale destacar que esse é um fármaco contraindicado para pessoas portadoras de cirrose hepática ou doença hepática ativa.

2. Benzodiazepina

A classe de medicamentos benzodiazepínicos é largamente utilizada no combate à depressão e à ansiedade.

Esse tipo de remédio para ansiedade age por inibição das reações do sistema nervoso por meio do ácido gama-aminobutírico (GABA), que exerce ação supressora.

Por isso, é considerado um potente ansiolítico, anticonvulsivo e relaxante.

Ele atenua a frequência das mensagens que trafegam entre o cérebro e o sistema nervoso, fazendo com que as respostas físicas e emocionais sejam abrandadas.

3. Bupropiona

Mais conhecido como Bupropion ou Cloridrato de Bupropiona, a Bupropiona é um remédio para ansiedade vendida também como Zyban, Wellbutrin, Bup ou Zetron. 

Ela pertence à categoria dos chamados antidepressivos atípicos, os quais são normalmente indicados para tratar da depressão e, em alguns casos, da dependência da nicotina.

A Bupropiona age no sistema nervoso central, aumentando a oferta dos neurotransmissores dopamina e noradrenalina, associados à sensação de bem-estar.

No tratamento do tabagismo, acredita-se que os metabólitos dessa substância atuem diretamente na região do cérebro receptora da nicotina, reduzindo a sua dependência. 

4. Buspirona

Por sua vez, o Cloridrato de Buspirona é um ansiolítico indicado no tratamento de transtornos de ansiedade, estejam ou não associados à depressão.

É administrado como comprimidos, ingeridos em doses de 5mg ou 10mg.

Nas farmácias, pode ser encontrado em suas versões genéricas ou com os nomes comerciais Buspanil, Ansitec ou Buspar.

A Buspirona é um remédio para ansiedade que está entre os mais recomendados para tratar casos de doença generalizada, com efeitos percebidos já no curto prazo.

5. Fluoxetina

Vendida na forma de comprimidos de 10mg, 20mg ou gotas, a Fluoxetina é um antidepressivo oral que pode também ser prescrito no tratamento da bulimia nervosa, além de remédio para ansiedade.

Sua ação é idêntica à da Sertralina e pode ser encontrada com os nomes comerciais Fluxene, Verotina, Eufor 20 ou Prozac, além da versão genérica.

Afinal, remédio para ansiedade é realmente eficaz?

Sim, um remédio para ansiedade em geral é eficaz, desde que prescrito por um especialista, que deve também acompanhar a evolução do tratamento.

Cabe sempre ressaltar que ansiolíticos são fármacos controlados e que podem causar dependência química se ingeridos em dosagens não seguras.

Remédio para ansiedade: tratamento alternativo à base CBD

Considerando o risco da dependência ou mesmo da resistência do organismo aos ansiolíticos convencionais, o canabidiol (CBD) vem ganhando terreno enquanto alternativa no tratamento da ansiedade.

Nos próximos tópicos, você vai conhecer melhor esse poderoso canabinoide encontrado nas plantas do gênero Cannabis.

O que é CBD?

O canabidiol (CBD) é um dos canabinoides mais abundantes na natureza, sendo conhecido por seus muitos benefícios à saúde.

Ele age por intermédio do sistema endocanabinoide, identificado por Raphael Mechoulam.

Para que serve o CBD?

O CBD interage com o sistema endocanabinoide por meio dos receptores CB1 e CB2.

Dessa forma, ele pode estimular ou inibir certas reações nervosas, contribuindo para aliviar os sintomas da ansiedade e da depressão.

A propósito, é por esse sistema que o nosso organismo regula incontáveis funções, promovendo a homeostase e o bem-estar.

Como funciona o tratamento de ansiedade com CBD?

remédio para ansiedade como funciona tratamento cbd

Como em qualquer tratamento, formas de administração e posologia no caso do CBD são definidas pelo médico.

No Brasil, a Anvisa permite a importação de cannabis para uso tópico e medicamentos com utilizados por via oral e nasal, conforme previsto na resolução RDC Nº 327/2019.

Portanto, só é possível comprar remédios na forma de cápsulas e comprimidos.

Mas é preciso destacar que este é um mercado em regulamentação, sendo esperado que, em um futuro próximo, sejam liberados outros formatos do CBD já disponíveis fora do país, via importação.

Quanto aos efeitos do tratamento, a produção acadêmica tem cada vez mais se dedicado a entender de que maneira o canabidiol ajuda a controlar os sintomas das diversas manifestações de ansiedade.

Um dos estudos mais abrangentes sobre o assunto, feito por pesquisadores da Universidade de Nova Iorque, traz importantes evidências da eficácia do CBD contra a ansiedade.

Eles concluíram que:

“Evidências pré-clínicas demonstram a eficácia do CBD na redução de comportamentos de ansiedade para vários transtornos(…), com uma notável ausência de efeitos ansiogênicos.”

Quais são os efeitos colaterais do uso de remédio para ansiedade à base de CBD?

Uma boa notícia para quem pretende recorrer ao canabidiol no tratamento contra a ansiedade diz respeito aos seus raros efeitos adversos.

A esse respeito, veja o que dizem os pesquisadores no estudo citado anteriormente:

“Numa revisão dos potenciais efeitos colaterais em humanos, descobriu-se que o CBD foi bem tolerado em uma ampla faixa de dosagem, até 1500 mg / dia (por via oral), sem relato de lentidão psicomotora, efeitos negativos do humor ou anormalidades em sinais vitais.”

A própria Organização Mundial da Saúde (OMS) já declarou que o canabidiol é seguro. 

Segundo seu relatório Critical Review Report, publicado em 2018, os efeitos adversos relatados podem ser resultado de interações entre o CBD e outros medicamentos que os pacientes estejam tomando.

Como comprar remédios com CBD para tratamento de ansiedade no Brasil?

remédio para ansiedade como comprar com cbd para tratamento brasil

Desde 2015, a Anvisa autoriza a compra de medicamentos importados contendo Cannabis.

No entanto, para ter acesso a eles, é preciso obedecer os trâmites impostos pelo órgão de controle sanitário.

Veja a seguir como funciona o processo.

Prescrição médica

Medicamentos contendo canabidiol são controlados, o que quer dizer que eles só podem ser vendidos mediante apresentação de receita médica.

A mesma exigência se aplica ao comprar fármacos do exterior e que estejam sujeitos a controle sanitário ao entrar no Brasil.

Uma vez que o médico prescritor seja selecionado, você (ou o paciente) deverá conversar com ele sobre as melhores possibilidades a fim de encontrar o medicamento ideal.

Se ainda não tem acesso a um médico prescritor de CBD no Brasil, confira a lista de profissionais no portal Cannabis & Saúde.

Pedido junto à Anvisa

De posse da receita médica, você terá o que precisa para dar entrada na solicitação de importação junto à Anvisa.

Hoje, apenas esse documento é suficiente para fazer o pedido de compra de produtos derivados de Cannabis.

Tudo pode ser feito online pelo formulário disponibilizado no site da agência.

O pedido pode ser feito pelo próprio paciente ou por seu representante legal autorizado por procuração.

Resposta do órgão

O retorno do órgão costuma ocorrer em cerca de 10 dias.

Se a resposta da Anvisa for positiva, o próximo passo é encontrar uma loja que venda os medicamentos autorizados para uso no Brasil.

Caso seja negativa, o órgão dirá se há alguma pendência para que sejam feitos os ajustes necessários para um novo pedido.

Compra e entrega

Tendo a resposta positiva da Anvisa, o próximo passo é comprar o seu medicamento.

Por isso, ao importar fármacos contendo CBD, conte com o serviço de concierge da CanTeraMed, que realiza todo esse trabalho para o paciente.

Clique e veja como importar produtos à base de Cannabis medicinal no Brasil.

Conclusão

A ansiedade é uma doença que pede acompanhamento médico já que, se não for tratada, pode incapacitar para o trabalho, fora as sérias consequências que ela provoca na qualidade de vida.

Em certos casos, o remédio para ansiedade pode ser um simples chá, no entanto, na maioria das vezes, a única solução são os ansiolíticos.

Considerando os seus efeitos colaterais, o CBD vem a ser a melhor alternativa quando as opções convencionais falham.

Mantenha-se bem informado sobre as últimas pesquisas, casos de recuperação e a evolução do mercado da Cannabis, lendo os conteúdos do portal Cannabis & Saúde.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email