Cannabis pode bloquear ação do novo coronavírus, apontam cientistas canadenses

Ainda sem validação da comunidade científica, a teoria é que os componentes da planta impedem que o vírus penetre no organismo humano

A equipe de Igor Kovalchuk, professor de ciências biológicas da Universidade Lethbridge, no Canadá, tem uma teoria: a Cannabis pode impedir a penetração da Covid-19 no organismo humano. A ideia tem como base seus estudos sobre os efeitos da Cannabis em pacientes com câncer, Crohn, artrite e outras enfermidades.

Isso acontece porque o novo Sars-cov-2 se espalha pelo organismo humano com a ajuda de uma enzima conversora específica – a angiotensina-2 (ECA2). Esse receptor permite que o vírus invada a célula e se reproduza.

Aí entra o papel da Cannabis. De acordo com o estudo pré-liminar canadense, alguns tipos de Cannabis sativa diminuem os níveis de ECA2 no corpo. E, assim, o novo vírus têm chances menores de invadir o organismo.

Leia também: “Esperamos ter resultados dos estudos clínicos com pacientes de Covid-19 em até 6 meses”, afirma pesquisador canadense

Além disso, os pesquisadores sugerem também que a Cannabis regule para baixo os níveis da enzima TMPRSS2. Ela é responsável pelo aumento de outra proteína necessária ao sucesso do SARS-CoV2.

Falta ao estudo passar pela análise de outros pesquisadores (peer review). “Enquanto a maioria dos nossos mais eficientes extratos precisem de validação de larga escala, nosso estudo é crucial para a análise futura dos efeitos médicos da Cannabis na Covid-19”, escrevem os pesquisadores.

Melhora da imunidade

Embora ainda não haja comprovação, pesquisas anteriores atestam a eficácia da Cannabis em aumentar a imunidade.

Doenças como fibromialgia, epilepsia, e até mesmo dores causadas por inflamações podem se enquadrar em um tratamento medicinal com a planta. Existem, inclusive, alguns estudos sobre o uso de cannabis medicinal e uso de cannabis defumado com a progressão do HIV.

“A questão é que a imunidade desses pacientes será muito mais alta, e o tempo de recuperação do organismo pode ser menor”, explicou a médica Ana Paula Terra, membro da Sociedade Brasileira de Estudo da Cannabis (SBEC), em entrevista ao portal Cannabis & Saúde.

Veja a explicação da médica Ane Hounie, pós-doutora em Psiquiatria pela USP, é uma das principais especialistas em Cannabis medicinal no Brasil:

Procurando por um médico prescritor de cannabis medicinal? Clique aqui temos grandes nomes da medicina canabinoide para indicar.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email