Trabalho híbrido: CBD é seu aliado durante estresse de adaptação

CBD estresse

Trabalho híbrido: CBD é seu aliado durante estresse de adaptação.

Se por um lado se comemora de certa forma o retorno gradual às atividades e uma nova normalidade com o modelo de trabalho de forma híbrida, por outro, as responsabilidades e demandas geram altos níveis de estresse para quem ainda está se adaptando à dinâmica de um dia no escritório e outro em casa. “Este retorno tem sido desafiador. O que vejo dos pacientes que acompanho é a sensação de medo, angústia, medo de contaminação. O contexto tem gerado muita sobrecarga no trabalho e sido extremamente desgastante” aponta a psiquiatra Andrea Toledo Medeiros

Se você também sente estes sintomas, saiba que as condições são complexas não apenas aqui no Brasil: colaboradores ao redor do mundo relataram em uma pesquisa da plataforma Tinypulse que o trabalho híbrido é mais rigoroso emocionalmente que o trabalho presencial em tempo integral ou totalmente remoto.

Solução e aliado no tratamento de estresse está o canabidiol

“CBD entra para aliviar o estresse associado a outras técnicas de manejo. Uma pesquisa realizada pela USP de Ribeirão Preto em 2020 com profissionais de saúde que atuavam na linha de frente, eles receberam canabidiol e o resultado deste estudo mostrou a eficácia do canabidiol na ansiedade, no estresse e também na síndrome de burnout”, ressalta a Dra. Andrea Medeiros, com quem conversamos sobre o uso do CBD como um aliado no tratamento ao estresse durante este momento.

 

Agende uma consulta com a Dra. Andréa Toledo e inicie um tratamento com Cannabis medicinal. CLIQUE AQUI.

 

Neste cenário atual, onde temos a volta ao trabalho em escritórios por exemplo e a volta às aulas, logo depois de dois anos de pandemia com muitas perdas no Brasil, o nível de estresse pode surgir de maneira mais forte nas pessoas?

Neste contexto de pandemia o estresse realmente é altíssimo, a angústia, o medo de se contaminar, a perda de pessoas, parentes, este medo constante gera um estado de alerta. Gera alterações de sono, podendo desenvolver distúrbios de sono, aumento do consumo de drogas e de bebidas alcoólicas. 

O CBD pode ser usado para auxiliar os sintomas associados ao estresse, sem causar a desaceleração da atividade psicomotora ou alteração do humor? O tratamento pode influenciar de alguma maneira o trabalho do paciente?

O CBD atua no nosso sistema endocanabinoide liberando endocanabinoides, como por exemplo a anandamida, que vai atuar no bem estar e no relaxamento. Além disso, ele tem uma função importantíssima: que é um efeito anti-inflamatório, inibindo a liberação de citocinas inflamatórias, reduzindo as inflamações do nosso organismo. E isso atua no cérebro de maneira positiva, reduzindo os sintomas de ansiedade. 

Na prática clínica, tenho visto resultados bem interessantes com o uso do CBD. Como o potencial ansiolítico que o canabidiol tem. A redução dos níveis de estresse. A melhora da concentração. Melhora do sono. E tudo isto em conjunto melhora a performance cognitiva. E melhora o desempenho no trabalho.

Outra questão importante de se falar é sobre o papel que desempenha o CBD no tratamento de estresse pós-traumático, não é mesmo? 

Com certeza. O transtorno de estresse pós-traumático é um distúrbio que é muito comum em contexto de pandemia, que ainda vivemos. Consiste em uma dificuldade de se recuperar após o indivíduo ter enfrentado situações traumáticas ou testemunhado, isto pode estar relacionado a acidentes, violência doméstica ou urbana, catástrofes, abusos.. E isto gera um sofrimento psíquico intenso, o indivíduo passa a vivenciar esta situação traumática, ele tem recordações intrusivas, revive as sensações, como sonhos e pesadelos. O indivíduo fica em um estado de hiperalerta constantes, ele não consegue relaxar, ele fica nesta hipervigilância. Outro estudo também realizado pela USP Ribeirão Preto de 2020, mostra o efeito nesta ansiedade induzida pelo evento traumático. O estudo corrobora a hipótese do efeito ansiolítico do canabidiol. Vale ressaltar a importância do tratamento multidisciplinar no transtorno de estresse pós-traumático onde a psicoterapia é um recurso fundamental. Ainda temos poucas opções de terapêuticas farmacológicas eficazes neste transtorno, é neste sentido que o canabidiol entra como um importante aliado, um importante recurso nesta terapêutica. Outro ponto é o uso de benzodiazepínicos, como rivotril e frontal é muito prejudicial nestas situações de estresse pós-traumático, é como se ele tivesse uma atuação negativa na resposta do organismo ao trauma, consolidando as memórias traumáticas. Então não é indicado o uso de benzodiazepínicos, e é aí que o canabidiol entra como uma importante alternativa terapêutica. 

Por fim Dra. Andrea: quais são os impactos na saúde que podem causar o estresse contínuo sem nenhum tipo de tratamento? 

O estresse crônico de forma geral tem inúmeras consequências negativas para a nossa saúde de maneira geral. Sintomas de irritabilidade, problemas cognitivos, de concentração, que acarreta em baixo desempenho cognitivo, queda na produtividade e aumento do risco para distúrbios metabólicos e doenças vasculares. Sem contar que o estresse crônico causa prejuízos ao nosso sistema imunológico: reduzindo a imunidade e aumentando a vulnerabilidade a processos infecciosos. Então é fundamental fazer o manejo do estresse de maneira adequada promovendo saúde e qualidade de vida. 

 

Nós conectamos você aos melhores médicos prescritores de Cannabis Medicinal do Brasil! Agende uma consulta, acesse agora a nossa plataforma de agendamento de consultas, clique aqui.

 

Leia mais sobre a Dra. Andréa Toledo

“Benzodiazepínicos resolvem um problema para criar outro”

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email