O tratamento com CBD que salvou um paciente de glaucoma

al_morentin

Ele tentou diversos tratamentos, passou por altos e baixos e finalmente encontrou uma maneira de aliviar as dores e estabilizar os danos causados pela doença oftalmológica que mais afeta pessoas no mundo

Alexander Morentin, 54, de Anarhein, California, é personal trainer e proprietário da Movida, empresa de nutrição. Já tem glaucoma há mais de 25 anos e passou por altos e baixos até encontrar um tratamento que realmente aliviasse a dor e baixasse a PIO (pressão intra ocular).

agendamento de consultas cannabis e saude

Agende uma consulta com um dos nossos médicos especialistas.

Nossa rede de médicos foi criada com o apoio de um conselho altamente qualificado para conectar você a profissionais sérios e habilitados para lidar com os mais diversos casos onde o tratamento com CBD é eficaz.

Apesar de seu glaucoma ser quase insignificante no olho esquerdo, no olho direito causa dores e já quase o levou a cegueira.

Demorou anos até que encontrasse na Cannabis o alívio que tanto procurava. Hoje em dia, mantém a página Glaucoma Hope, onde compartilha informações sobre tratamentos, seus avanços e conta um pouco de sua própria história.

Os tratamentos

“Me trato há 25 anos e já usei de tudo para melhorar a pressão. Já cheguei a ser considerado legalmente cego, depois recuperei a visão, depois piorou de novo. Foram muitas tentativas de tratamento para conseguir diminuir e estabilizar a pressão do olho”, conta.

“Há 7 anos, comecei a tentar o tratamento com Cannabis. Hoje em dia faço uma combinação de colírio de CBD e cápsulas. É esse combo que uso para a pressão e a dor. Uso constantemente, porque como você sabe, glaucoma não tem cura, só tem tratamento. Para mim, o óleo de Cannabis é essencial para a minha vista”, destaca.

“Eu me alimento bem, tento manter a pressão geral baixa, me exercito constantemente, o que me ajuda em vários fatores a manter equilíbrio e consciência física geral, mas sem o óleo eu com certeza estaria cego agora”.

A dor

“Apenas 10% das pessoas que tem glaucoma sentem dor. Eu sou o sortudo que está nesse grupo (risos). Sentia uma dor que era como um caminho de dor, que saía do olho direito, pelo meio da sobrancelha e ia até um local atrás da cabeça. Ao mesmo tempo, sentia uma pressão muito forte na lateral direita da cabeça. Agora já não sinto isso”.

“Parece até que estava sempre com um lado da testa inchado, hoje não, os dois lados da testa parecem semelhantes, é como se tivesse mudado de formato até. Hoje o que sinto é como uma dor muscular após fazer um exercício leve. É como se houvesse um músculo entre a pele e o crânio e ele estivesse se curando, algo assim”.

Pressão Intraocular

Al, como é conhecido, conta que, ao contrário de alguns estudos realizados recentemente, o uso do CBD realmente baixou sua pressão intra ocular, que é o grande perigo no glaucoma. A pressão sobe, diminuindo a drenagem do humor aquoso no olho, levando à perda de visão periférica ou, no pior dos casos, à cegueira total.

Ele conta que parou um tempo com o tratamento, achando que a pressão estava estabilizada e que não precisaria do uso contínuo. “A visão ficou turva, as imagens ficaram difusas”.

Agora voltou novamente a utilizar o CBD diariamente.

“Meu campo de visão abriu um pouco mais no meu olho direito, que tinha a visão periférica mais afetada. Mas se eu me empolgar, me auto sabotar, achar que está tudo certo e parar de seguir o tratamento que eu sigo, eu vou perder essa clareza maior de visão.

Antigamente, se eu tapasse meu olho esquerdo, que é o olho bom, eu veria só vultos com o direito e ainda assim, depois de segundos forçando a vista, viria uma dor de cabeça muito forte. Hoje a visão do olho direito é muito mais cristalina. Sinto que a vista está estável”.

Informação é tudo

Alexander acredita no poder de cura dos sintomas e da manutenção da PIO com o CBD, mas ainda acha que há muito estudo e troca de informação para acontecer. E pede “Se você encontrar outros pacientes com glaucoma, por favor me avise, gostaria de saber como estão se tratando”

Procurando por um médico prescritor de cannabis medicinal? Clique aqui temos grandes nomes da medicina canabinoide para indicar.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email