Dia Nacional da Saúde e da Nutrição: saiba como a Cannabis se relaciona com a data

Cannabis-Dia-Saúde-Nutrição

Hoje é celebrado no Brasil o Dia Nacional da Saúde e da Nutrição, a data está marcada no calendário como um incentivo ao cuidado da alimentação. Afinal, uma boa nutrição é um fator fundamental para garantir a maior riqueza da vida, que é a saúde. Mas você sabia que a Cannabis também se relaciona com nutrição? 

Cannabis é um dos pilares da vida

Tem uma atuação extremamente positiva em tratamentos para o autismo, depressão, epilepsia, endometriose, dor crônica. Mas também para compulsão alimentar, além de ser uma ferramenta para o bem-estar e longevidade.

Diariamente destacamos os benefícios do uso da Cannabis. Cuja eficácia no tratamento de uma série de doenças, e condições, vem sendo comprovada por estudos no mundo inteiro.

Patricia Savoi

Mas para falar especificamente sobre este Dia Nacional da Saúde e da Nutrição, conversamos com a médica nutróloga, Dra. Patrícia Savoi, que destacou em primeiro lugar o espaço que a Cannabis ocupa em diferentes tratamentos:

 

“Com a Cannabis você pode oferecer uma qualidade de vida melhor ao seu paciente, seja diminuindo a dor, diminuindo a ansiedade, melhorando a qualidade do sono. Diminuindo a intensidade da dor, então você consegue incluir a Cannabis medicinal como uma fitoterapia. Buscando a qualidade de vida. Buscando uma melhora da saúde integrada. Saúde como um todo”. 

Cannabis e os fitonutrientes

Basicamente, os fitonutrientes são elementos fundamentais para o bom desempenho do organismo. E sem dúvidas, a Cannabis é uma planta muito farta em fitonutrientes. “Temos aí mais de quinhentos componentes que acabam tendo diversos efeitos no nosso corpo. E sabemos também que a Cannabis medicinal é rica em antioxidantes. Ela é rica em em flavonóides e também em terpenos. Então é uma planta rica em fitonutrientes. Oferece uma importante quantidade”, afirmou a Dra. Savoi. 

Proteínas do grão do cânhamo 

Nesta matéria aqui do Portal Cannabis & Saúde falamos sobre o Relatório: Cânhamo no Brasil, que foi lançado esta semana. Entre as informações do estudo, está o dado de que o grão do cânhamo contém mais proteína do que alimentos como frango, ervilha e leite.

Outra questão imprescindível para trazer à mesa sobre o Relatório Cânhamo no Brasil nesta data da Saúde e Nutrição, é o fato de que a partir do uso da semente, e do grão do cânhamo, seria possível obter diversos nutrientes importantes para a saúde.

Pois o grão do cânhamo é considerado uma superfood e pode ser consumida in natura em cima de iogurtes, em pó, como alternativa ao whey protein, ou como base do leite e da carne vegetal. 

Relação entre Cannabis, saúde, bem-estar e nutrição 

Conceitualmente, saúde é uma união de diversos fatores. Para a Dra. Patrícia, estas condições se dividem essencialmente em quatro pilares:

  • Pilar da alimentação
  • Pilar da atividade física
  • Pilar da saúde mental
  • Pilar dos hábitos

Sendo assim, é muito difícil uma pessoa que não se alimente de forma equilibrada ser considerada uma pessoa saudável. Assim como também uma pessoa que consuma exageradamente bebida alcoólica, não pratique exercícios físicos e não tenha hábitos de cuidados com a saúde mental.

Mesmo que atuando separadamente nestes diferentes pilares, é exatamente na sinergia entre eles onde a Cannabis atua positivamente na saúde.

“Quando a gente fala em higiene do sono por exemplo, a gente sabe também o impacto da Cannabis medicinal, quando a gente fala da saúde mental como um outro pilar a gente sabe também sobre a Cannabis. Do impacto que a Cannabis medicinal tem na ansiedade, na depressão e alguns transtornos mentais. Então ela consegue fazer parte de todos os pilares”, conclui a Dra. Patrícia.

Para saber mais sobre o assunto, assista aqui a nossa live com a Dra. Patrícia Savoi sobre os benefícios da Cannabis medicinal para saúde e bem-estar.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email