Justiça determina que estado forneça canabidiol a criança autista em SC

CBD se mostrou eficaz no controle das convulsões e na melhora do comportamento da criança; família arcava com o elevado custo do remédio por doações e venda de doces, mas situação ficou insustentável
canabidiol autismo regulamentacao

A juíza Simone Faria Locks, da Vara da Infância e Juventude de Blumenau, determinou que o governo do Estado de Santa Catarina forneça os remédios utilizados no tratamento de um menino autista, entre eles o canabidiol (CBD), derivado da Cannabis.

A ação foi movida pela Defensoria Pública da cidade. Conforme o órgão, o paciente necessita do uso contínuo de CBD, oxcarbazepina e epipen, remédios que não são disponibilizados pelo SUS. A juíza determinou que o Estado custeie ou forneça gratuitamente os medicamentos no prazo de 10 dias, a contar da intimação, assim como nos meses seguintes de tratamento.

agendamento de consultas cannabis e saude

Agende uma consulta com um dos nossos médicos especialistas.

Nossa rede de médicos foi criada com o apoio de um conselho altamente qualificado para conectar você a profissionais sérios e habilitados para lidar com os mais diversos casos onde o tratamento com CBD é eficaz.

O menino de 4 anos é portador de Transtorno de Espectro Autista em nível severo e, portanto, não tem comunicação e socialização. Ele é hiperativo e violento. Faz movimentos repetitivos, não suporta mudança de rotina e sofre de alucinações e automutilações.

>>> Você é um médico prescritor de Cannabis medicinal? Faça seu cadastro aqui para alcançar mais pacientes! 

Também tem quadro de convulsões (epilepsia), além de uma reação alérgica grave à picada de formigas, o que foi comprovado em exames laboratoriais. O médico que assiste o paciente expediu laudo, juntado à inicial da Defensoria Pública, atestando a ser imprenscindíveis e necessários os medicamentos, que são registrados na Anvisa e aprovados para o tratamento pretendido. Os fármacos atualmente à disposição no SUS são ineficazes para o tratamento da patologia.

O defensor público Albert Silva Lima destacou a importância da decisão da magistrada para a saúde da criança.

“O canabidiol, associado com outros medicamentos também prescritos pelo médico, se apresentou eficaz para o controle das convulsões e para a melhora significativa do comportamento da criança. A família vinha conseguindo arcar com o elevado custo dos medicamentos através de doações e de venda de doces, mas a situação se tornou insustentável e, por isso, buscaram auxílio da Defensoria Pública”, disse.

Procurando por um médico prescritor de cannabis medicinal? Temos grandes nomes da medicina canabinoide para indicar.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email