No Dia Mundial da Obesidade, descubra como a Cannabis pode ser sua aliada

A cardiologista Claudinelli Aguilar, pós-graduada em nutrologia, explica os riscos de excesso de peso, e os benefícios da Cannabis medicinal no controle da obesidade
canabidiol-emagrecimento

O Dia Mundial da Obesidade, realizado nesta quinta-feira (4), foi criado pela Federação Internacional da Obesidade para alertar sobre os riscos dessa doença que atinge meio bilhão de pessoas em todo o mundo. No Brasil, de acordo com números do Ministério da Saúde, mais da metade dos brasileiros está acima do peso, sendo 20% diagnosticados com obesidade.

“É uma doença multifatorial. Vai desde fatores hereditários a ambientais, perpassando por estilo de vida inadequado, ansiedade, sedentarismo, qualidade e quantidade de sono, compulsões, bem como o uso de certos medicamentos, para citar alguns fatores”, alerta a cardiologista e prescritora de Cannabis dra. Claudinelli Alvarenga Aguilar, pós-graduada em nutrologia.

Ebook: "30 patologias que podem ser tratadas com o canabidiol"

Conheça o CBD e todo seu potencial para o tratamento de 30 doenças e transtornos.

O número de brasileiros obesos cresceu 67% nos últimos 13 anos. “Sua prevalência tem aumentado muitíssimo, assim como as consequências”, diz Aguilar. “Passaram a ser melhor observadas para além do seu impacto sobre a autoestima das pessoas obesas, mas sobremaneira na sua qualidade de vida e nas comorbidades que gera.”

Os riscos da obesidade

Entre os riscos, a cardiologista aponta o aumento do risco cardiovascular com maior propensão ao Infarto Agudo do Miocárdio e a Hipertensão Arterial; a diabetes com todos os seus desdobramentos já amplamente conhecidos pela medicina; problemas osteomusculares; distúrbios hormonais e uma série de outros eventos decorrentes da inflamação subclínica.

Não existe muito segredo. A melhor maneira de evitar os efeitos nocivos da obesidade é manter um estilo de vida saudável. Praticar exercícios físicos e manter uma dieta equilibrada, com pouco sal, açúcar e gordura, e todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo é a chave para o controle do peso.

Dra. Claudinelli Aguilar. é uma das médicas disponíveis em nossa plataforma de agendamento de consultas. Quer saber se a Cannabis Medicinal pode ajudar você no controle de peso? Marque uma consulta com a médica. CLIQUE AQUI

Cannabis na luta contra a obesidade

Entretanto, em muitas pessoas, só isso não basta. É necessário buscar ajuda com um profissional. Nesse contexto, os fitocanabinoides podem ser ótimos aliados. “A Cannabis Medicinal como toda sua gama de compostos atua sobre o sistema endocanabinoide, regulando-o de formas diferentes, com impactos distintos no sistema nervoso central”, explica Aguilar. 

“A modulação dos neurotransmissores via receptores canabinoides (CB) regulam a termogênese (capacidade metabólica de gerar energia pela queima de calorias), o processo inflamatório, o sono, a ansiedade, o tecido adiposo e o apetite. Beneficiam tanto quadros de anorexia quanto de compulsão alimentar, contribuindo fortemente para o controle da obesidade.”

Resultados do tratamento com Cannabis

Alguns estudos científicos demostraram os efeitos positivos no controle do peso.  Detectaram um estímulo na diferenciação do tecido adiposo, o que gera um maior poder de queima de gordura, melhor utilização da glicose e redução da resistência à insulina, muito comum nos obesos. 

“Evidências da literatura médica tem apontado para a utilização dos receptores endocanabinoides como ferramentas terapêuticas auxiliares no tratamento da obesidade por atuar em diferentes pilares que estão na gênese dos distúrbios alimentares e do ganho de gordura corporal.”

Apesar de não lidar especificamente com as questões do emagrecimento, Claudinelli Aguilar lida diariamente, em sua prática de consultório, com casos de Alzheimer, Parkinson, Depressão, Fibromialgia e dores crônicas, muitas vezes decorrentes de neuropatia em pacientes diabéticos. Todos tratados com Cannabis medicinal. 

“Neles observo nitidamente a redução da ansiedade, melhoria dos distúrbios do sono, ganhos na qualidade de vida e na redução do peso corporal, ainda que não fosse esse o objetivo principal”, conta a médica. “A obesidade vem atrelada a múltiplas causas. Muitas vezes, mitigando alguns fatores que a desencadeiam, observamos resultados surpreendentes.”

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email