Zâmbia autoriza cultivo de Cannabis para uso medicinal

Zâmbia autoriza cultivo de Cannabis para uso medicinal

Depois de Lesoto e África do Sul, a Zâmbia tornou-se mais um país africano a admitir o plantio e a comercialização de Cannabis para fins medicinais.

A mudança de abordagem sobre o assunto foi anunciada em comunicado feito por uma porta-voz do Poder Executivo local.

agendamento de consultas cannabis e saude

Agende uma consulta com um dos nossos médicos especialistas.

Nossa rede de médicos foi criada com o apoio de um conselho altamente qualificado para conectar você a profissionais sérios e habilitados para lidar com os mais diversos casos onde o tratamento com CBD é eficaz.

“Confirmo que o conselho de ministros deu luz verde à comissão técnica para cultivo, processamento e exportação de Cannabis para fins econômicos e medicinais”, afirmou Dora Siliya, a porta-voz do governo.

Até essa liberação, o cultivo e a posse de Cannabis eram passíveis de prisão na Zâmbia. O país do sul da África é reconhecido por ser extremamente conservador.

Mudança radical

Ainda não há detalhes sobre a regulamentação de cultivo, colheita ou comercialização de Cannabis no país. Também não houve explicação do governo sobre o porquê de aprovar uma mudança tão radical.

O Lesoto foi o primeiro país da África, em 2017, a permitir o cultivo de cannabis. Na África do Sul, a legislação admitiu também o consumo de adultos.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email