Cannabis & Saúde

Cannabis ajuda a controlar hipertensão em idosos, aponta estudo

Pesquisadores israelenses observaram redução na pressão sanguínea em pacientes com mais de 60 anos após uso de Cannabis medicinal
huntington doença 4 beneficios da cannabis tratamento

A pressão arterial é parte fundamental do funcionamento do organismo. É a força que empurra o sangue pelas artérias, fazendo com que circule. Quando essa pressão aumenta, porém, provoca uma doença presente em um a cada cinco brasileiros: a hipertensão.

A alta pressão do sangue acaba por forçar as paredes internas das artérias, o que pode levar a doenças mais graves no sistema cardiovascular,  como um acidente vascular cerebral, ou insuficiência renal. Uma epidemia silenciosa ainda mais grave em idosos, afetando metade das pessoas.

canhamo industrial brasil onde encontrar medico para prescricao

Agende uma consulta com médicos prescritores de Cannabis Medicinal.

O sistema de agendamento de consultas foi criado com o apoio de um conselho altamente qualificado para conectar você à profissionais sérios e habilitados para lidar com as mais diversas patologias nas quais o tratamento com CBD é recomendado

O tratamento, em geral, se resume em mudanças de hábitos e medicamentos. Exercícios físicos e alimentação saudável, com baixo teor de sal, ajudam a prevenir e controlar o problema, mas nem sempre resolvem. Em casos mais graves, é necessário o uso de medicamentos, mas que podem levar a efeitos colaterais, como impotência sexual em homens.

Hipertensão e tratamento com Cannabis

Em busca de medicamentos com menos efeitos colaterais, pesquisadores da Universidade Ben-Gurion do Negev (BGU), em Israel, testaram os efeitos do tratamento com Cannabis em idosos hipertensos. É o primeiro estudo já publicado a se concentrar no efeito da Cannabis na pressão arterial, frequência cardíaca e parâmetros metabólicos em adultos com 60 anos ou mais com hipertensão.

“Os adultos mais velhos são o grupo de usuários de Cannabis medicinal que mais cresce, mas as evidências sobre a segurança cardiovascular para essa população são escassas”, disse o pesquisador Dr. Ran Abuhasira. “Este estudo é parte de nosso esforço contínuo para fornecer pesquisa clínica sobre os reais efeitos fisiológicos da Cannabis ao longo do tempo.”

Para isso, monitoraram por 24 horas a pressão sanguínea de um grupo de pacientes em duas oportunidades: antes e três meses depois do início da terapia com Cannabis medicinal. 

Cannabis reduz pressão arterial

A descoberta foi animadora. Perceberam que os pacientes apresentaram uma redução significativa nos valores da pressão arterial em 24 horas, com o ponto mais baixo ocorrendo três horas após a ingestão de Cannabis. Seja por via oral pelo consumo de extratos de óleo ou pelo fumo.

A redução da pressão do sangue foi notada tanto durante o dia como a noite, mas teve resultados melhores no momento de repouso.

De acordo com os pesquisadores, a redução tão efetiva na pressão sanguínea pode estar relacionada à propriedade analgésica e anti-inflamatória do fitocanabinoides. Com menos dor, reduziu também a pressão sanguínea dos idosos.  

“A pesquisa da Cannabis está em seus estágios iniciais e a BGU está na vanguarda da avaliação do uso clínico com base em estudos científicos”, afirma Doug Seserman, diretor executivo da Universidade Ben-Gurion de Negev. “Este novo estudo é um dos vários que foram publicados recentemente pela BGU sobre os benefícios medicinais da Cannabis.”

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email