Sprays, cremes e comestíveis: a nova geração de CBD para atletas

Potências mais altas e diferentes vias de uso, de jujubas a bebidas, estão impulsionando a inovação da Cannabis no esporte e começam a chegar no Brasil
asdfasf

O mercado de canabidiol (CBD) está em constante expansão e hoje, além do uso medicinal, empresas focam cada vez mais em produtos para atletas. Esse enfoque faz todo sentido, já que muitos benefícios do CBD, como alívio da dor, sono melhor, menor inflamação e recuperação muscular, são de bastante interesse para os atletas. E se engana quem pensa que são apenas óleos. Nesse material você conhecerá a nova geração desses produtos, que inclui cremes, loções, alimentos e bebidas, e as diferentes ações de cada.

A principal vantagem do CBD para atletas, segundo o ortopedista Dr. Ricardo Ferreira, um dos primeiros médicos a pesquisar e prescrever Cannabis no Brasil, é por sua ação anti-inflamatória.

Ebook: "30 patologias que podem ser tratadas com o canabidiol"

Conheça o CBD e todo seu potencial para o tratamento de 30 doenças e transtornos.

“O CBD para atletas combate inflamação, controla a dor, sem os efeitos colaterais negativos de anti-inflamatórios e opioides a longo prazo. Substitui substâncias mais prejudiciais a médio e longo prazo, como corticoide, anti-inflamatório, opioide, por uma substância que não tem evidência de causar prejuízo a médio e longo prazo.”

Já a médica do esporte e pesquisadora da Cannabis Dra. Jéssica Durand acrescenta que a substância também estimula o foco e concentração para melhorar a performance do esportista.

Médica do esporte Dra. Jéssica Durand é pesquisadora do uso da Cannabis por atletas

Produtos tradicionais com maior potência

Os óleos normalmente vêm num frasco de 300 ml e um conta-gotas. São mais conhecidos do público brasileiro pelo uso medicinal. Quando o CBD para atletas começou a se tornar popular nos Estados Unidos, em 2018, uma tintura continha de 300 a 600 miligramas de CBD. Como os atletas relataram benefícios apenas com grandes quantidades diárias, os fabricantes passaram a produzir tinturas mais concentradas. Hoje é fácil encontrar frascos de 30 ml com 6 mil ou mais mg de CBD.

CBD isolado (doping free)

Em 2018, a agência mundial antidoping liberou sem restrições o CBD por atletas. Porém os demais canabinóides seguem proibidos, apesar do relaxamento para períodos fora de competições. A solução aos esportistas profissionais são produtos de CBD isolado. Para o ortopedista Dr. Ricardo Ferreira, é fundamental que atletas em competições optem por esses produtos. Ele explica que, caso o atleta precise do THC também – o que é raro – o controle deve ser ainda mais refinado, para evitar chegar às competições – e no exame antidoping.

“Está no código tanto da WADA quanto da agência brasileira o veto ao THC. Quando se trata de um atleta de elite, de competição, pode deixar fora até 2anos, pode comprometer a carreira do atleta, existe o risco”, afirma.

Sprays de CBD para Atletas

Sprays de canabidiol são indicados no pré e pós-treinos para aliviar os músculos doloridos e ajudar com contusões, inflamação e cura pós-lesão. Eles possuem uma ação mais rápida que os óleos, que podem levar até 2h para fazer efeito, mas a Dra Jéssica esclarece que um complementa o outro.

“Tópicos, no geral, entram como coadjuvantes ao óleo de manutenção. Atletas que no pós-treino se lesionaram, sentiram um incômodo, uma dor numa região localizada, a gente pode usar o creme, o gel, ou até sais de banho pelo efeito analgésico e potencializar a recuperação muscular”.

Ela explica que esses produtos contém normalmente, além do CBD, óleos como arnica, confrei e alecrim, cânfora e eucalipto. Esta mistura é projetada para reduzir a inflamação e acalmar e reparar os músculos e fáscias.

Exemplos de produtos de uso tópico com CBD focado para atletas

Cremes

Cremes e pomadas com canabidiol são mais comuns, nos Estados Unidos e Europa, em usos cosméticos. Mas existem produtos específicos para uso no esporte, inclusive com versões isoladas. São apresentados como cremes terapêuticos de longa duração com efeitos de aquecimento e resfriamento para aliviar a dor.

São produzidos também com plantas como eucalipto, alecrim, menta e arnica, além da manteiga de karité. Por sua textura cremosa, são rapidamente absorvidos pela pele, não deixando nenhum resíduo.

Sais de banho (bath bombs)

Os sais de banho, além de ajudar no alívio da dor e recuperação muscular ainda mais pelo fato de o atleta estar submerso em água quente, que já causa uma sensação de relaxamento.

Conforme Durand, esses produtos ajudam, tanto no pós-treino de alta intensidade, como no pré-treino: “para ter esse efeito de relaxamento e o atleta estar mais tranquilo na noite pré competição”.

Exemplo de sais de banho, ou “bath bombs”, com canabidiol

Comestíveis

Balas de goma, chocolates, biscoitos, energéticos, chás… São infinitas as possibilidades de alimentos com adição de CBD.  Eles surgiram a partir dos famosos comestíveis com Cannabis recreativa. Para fazer alusão a esse apelo, no universo medicinal são usados com frequência por idosos e crianças.

“Já na medicina esportiva, a gente vai usar principalmente pelo tempo de absorção dos comestíveis e para estimular no intra-treinos. O atleta consegue uma absorção maior, e é muito mais prático nessas reposições que eles fazem durante a prova, uma maratona, por exemplo”, explica Dra. Jéssica.

A médica do esporte, no entanto, alerta: “como na medicina esportiva a gente prioriza bastante a questão nutricional para nos suplementos intra-treinos, então precisamos estudar o uso dos comestíveis nessa parte”.

Comestíveis com CBD são febre nos EUA

Leite de cânhamo

O leite de cânhamo é uma categoria diferente dos comestíveis por ser um produto feito com a própria sementes da Cannabis e não uma infusão, como os anteriores. O leite de cânhamo, ou hemp milk, é uma alternativa vegetal ao leite de vaca rico em proteínas vegetais de alta qualidade, gorduras e minerais saudáveis. Ele é feito misturando água com as sementes do cânhamo, a Cannabis sem THC. Comparado ao leite de vaca integral, ele tem menos calorias, proteína e carboidratos, mas aproximadamente a mesma quantidade de gordura. Ou seja: é ideal para atletas em busca de uma dieta mais saudável.

O que esperar do CBD para atletas para os próximos anos?

Para o ortopedista Dr. Ricardo Ferreira, quanto mais tivermos segurança farmacológica, com produtos com quantidade mínima de outros canabinoides para CBD, vai aumentar a segurança dos médicos prescreverem e os atletas tomarem.

“Os atletas percebendo esses benefícios, propagando isso para outros atletas, a coisa vai acabar se disseminando.”

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email