Cannabis minimizou alterações de pressão durante anestesia geral

pressao-arterial-anestesia

Estudo indicou que a Cannabis minimizou alterações de pressão arterial durante anestesia geral em cirurgia de traumas ortopédicos. 

A pesquisa também destacou a importância de compreender o efeito do uso de Cannabis na pressão arterial durante o manejo anestésico. Pois como a anestesia reduz a pressão arterial do paciente, o papel típico dos anestesiologistas é administrar fluidos e vasopressores para manter a normotensão. No entanto, os pacientes expostos ao THC coletado na admissão hospitalar não necessitaram de tanto suporte de pressão arterial quanto os pacientes que não foram expostos. 

 

Alterações de pressão durante anestesia geral e a Cannabis

Neste sentido, a publicação científica divulgada recentemente concluiu que o uso prévio de Cannabis diminuiu a necessidade de utilização de algum tipo de suporte de pressão arterial durante anestesia geral. Além disso, os pacientes expostos ao tetrahidrocanabinol, o THC, apresentaram pressão arterial média e pressão arterial diastólica mais altas.

Entenda o estudo

A avaliação dos 221 pacientes que participaram da pesquisa foi realizada por um exame de urina prévio às cirurgias de traumas ortopédicos.  

O estudo concentrou-se na população de trauma ortopédico que se apresentou em um departamento de emergência entre novembro de 2017 e janeiro de 2020. E ao contrário de muitos trabalhos anteriores, distinguiu os pacientes por meio de uma amostra biológica objetiva e comparou as diferenças fisiológicas na reação à anestesia entre os grupos de pacientes THC-positivo e THC-negativo.

pressao-arterial-anestesia

 

Pacientes expostos ao THC foram menos propenso a receber vasopressores intraoperatórios

Essencialmente, um agente vasopressor é um remédio que faz a pressão sanguínea aumentar. Justamente o que o estudo observou foi que o grupo de pacientes com THC (tetrahidrocanabinol) positivo foi menos propenso a receber vasopressores intraoperatórios. Ou seja, pacientes expostos à Cannabis apresentaram uma pressão arterial mais estável durante anestesia geral.

Receptores canabinoides

Outro ponto importante da pesquisa é que demonstrou-se que o uso do THC regula os receptores canabinoides 1 e causa alterações no tônus ​​endocanabinóide. Esses são dois mecanismos potenciais pelos quais o grupo THC positivo pode ter se tornado mais resistente aos efeitos hipotensores tipicamente observados da anestesia geral.

Em síntese, o estudo concluiu que a base fisiológica para esse fenômeno não é clara. Porém as possíveis causas podem incluir a regulação negativa do receptor 1 de canabinóides vasculares e/ou níveis alterados de endocanabinóides após a exposição à Cannabis.

pressao-arterial-anestesia

Cannabis para a qualidade de vida

Já está comprovado que a Cannabis oferece vantagens importantes no tratamento de uma série de doenças. Os efeitos da Cannabis sobre as pessoas dependem da dosagem, da absorção e também da qualidade do medicamento.

Conheça médicos que realizam tratamentos de saúde com Cannabis medicinal e agende uma consulta: CLIQUE AQUI.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email