Prati-Donaduzzi obtém autorização da Anvisa para novos óleos de CBD

Segundo o presidente da farmacêutica, estimativa é que um dos produtos tenha valor de R$ 240,00
Fábrica da Prati-Donaduzzi em Toledo, no interior do Paraná (Foto: Divulgação)

A farmacêutica paranaense Prati-Donaduzzi recebeu nesta segunda-feira (22) mais duas autorizações sanitárias da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para comercializar novas concentrações do seu óleo de canabidiol (CBD). A permissão foi publicada no Diário Oficial da União e permite a venda de em farmácias brasileiras de dois novos produtos: de 20 mg/ml e 50 mg/ml.

As novas apresentações chegam ao mercado com preços bem mais acessíveis do que o atual único produto da empresa disponível, o frasco de 30 ml e concentração de 200 mg/ml tem preço promocional de R$ 2.143,30. Em comparação de preços, segundo o diretor-presidente da Prati-Donaduzzi, Eder Fernando Maffissoni, a estimativa é que o produto de 20 mg/ml tenha valor final entre R$ 240,00 a R$ 280,00.

Ebook: "30 patologias que podem ser tratadas com o canabidiol"

Conheça o CBD e todo seu potencial para o tratamento de 30 doenças e transtornos.

De acordo com Maffissoni, a previsão é que os novos produtos já estejam disponíveis em até duas semanas nas farmácias do Brasil.

Desde abril do ano passado, a farmacêutica é a única autorizada pela Anvisa a comercializar derivados de Cannabis nas farmácias brasileiras através da resolução RDC 327/2019, que criou uma nova categoria no Brasil, os “produtos de Cannabis”. As novas apresentações somam-se agora ao portfólio da empresa.

Pelo menos outras três empresas aguardam autorização sanitária da Anvisa para comercialização de produtos em drogarias: a Nunature, Belcher e VerdeMed. Uma quarta empresa teve o pedido negado pelo órgão. 

Todas as concentrações do canabidiol Prati-Donaduzzi são versões do medicamento que está em estágio final de estudo clínico fase III, através de uma parceria público-privada entre a indústria farmacêutica e a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da Universidade de São Paulo.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email