Médicos brasileiros se reúnem para lançar Tratado de Cannabis Medicinal

Conforme idealizadora do projeto, objetivo é suprir a falta de literatura sobre a medicina canabinoide em língua portuguesa

Os médicos e demais profissionais de saúde brasileiros envolvidos com a Cannabis medicinal têm muita dificuldade em encontrar literatura em português sobre o tema. E como os derivados da planta são usados em diversas aplicações, como epilepsia refratária, doenças neurodegenerativas e síndromes dolorosas, a falta de publicações no nosso idioma é algo realmente grave.

Inclusive algumas universidades brasileiras estão começando a incluir o sistema endocanabinoide nas grades curriculares, e não há livros para adotar. Eu dou cursos sobre Medicina canabinoide e preciso sempre indicar leituras em inglês. Então entendi que o Brasil precisava da uma primeira publicação séria e densa a respeito das aplicações terapêuticas da Cannabis, e finalmente começa a sair do papel o Tratado de Cannabis Medicinal.

Eu e a doutora Eliane Nunes, diretora da Sociedade Brasileira de Estudos da Cannabis, reunimos um grupo com mais de 60 médicos, farmacêuticos, agrônomos, biólogos, enfim, diversos profissionais e cientistas que trabalham e pesquisam a Cannabis no Brasil. Nossa ideia é produzir dois livros: um tratado completo com todas as informações, falando da história, cultivo, botânica, extração além da parte médica; e uma edição menor focada para os médicos para que de forma objetiva possam atualizar o conhecimento para a prática clínica. 

Queremos uma obra que seja profunda, mas com a escrita em linguagem acessível a toda população. A falta de publicações é um dos fatores que fazem a classe médica brasileira ser tão reticente com o uso medicinal da Cannabis. Nós esperamos que o livro possa abrir a mente desses profissionais,.

Iniciativa precisa de apoio financeiro

Mas precisamos de ajuda financeira. Por conta do preconceito da sociedade brasileira, temos encontrado bastante dificuldade de conseguir patrocínio para a realização desta obra. Por isso pedimos a colaboração de todos envolvidos com a causa e a pesquisa no país. Quaisquer quantias são bem vindas! Os valores arrecadados serão investidos na edição, impressão e distribuição dos livros. A ideia é fazer mil para começar. Você pode nos ajudar a por o Tratado de Cannabis Medicinal em prática clicando neste link.

Entre os autores do livro, estão nomes como o deputado federal Paulo Teixeira e os cientistas Sidarta Ribeiro, Fabrício Pamplona, Janaína Barboza e Luzia Sampaio, Eduardo Faveret, Paula Dall’Stela, Wilson Lessa, Erik Amazonas e Cid Gusmão.

Serão abordados temas como as aplicações médicas e terapêuticas, bem como o uso ancestral da Cannabis, os métodos de cultivo e extração, terpenos, farmacocinética, a relação do sistema endocanabinoide com outros sistemas, como o nervoso, cardiovascular, respiratório e imunológico, além das questões de legislação e mídia e uso adulto.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email