Monja Coen lança novo livro e participa de live no Cannabis & Saúde

Sem Título-1

Certamente monja Coen Rōshi é a primeira personalidade que vem à mente quando se fala em zen budismo no Brasil. Fundadora da corrente no país, ela lançou neste mês de dezembro o livro ‘Mãos em Prece: seja a mudança que você quer no mundo’, pela editora Citadel. Na obra, a missionária traça um paralelo entre as trajetórias da comunidade zen e de nossas vidas.

“A busca do caminho não é procura, mas encontro. Muitos não percebem, passam a vida ou vidas sem notar que somos o caminho Iluminado. Temos de nos tornar a estrada, o caminho”, destaca Coen.

A partir de textos escritos nos jornais cotidianos do templo Zendo Brasil, a obra apresenta a jornada deste verdadeiro marco na história do Budismo em nosso país. Nele, o leitor encontrará reflexões sobre a vida, ou melhor, a jornada de todos nós. De como devemos ser capazes de agradecer em qualquer tempo, colocando nossas mãos em prece e fazendo a diferença naquilo que podemos e onde estivermos. 

“Espero que você, leitor ou leitora, possa, assim como eu, colocar as mãos palma com palma e oferecer o maior presente de todos a todos: a presença pura”, desejou a monja ao lançar a obra.

Com muito orgulho, o portal Cannabis & Saúde anuncia que a monja aceitou nosso convite para participar de uma live com uma mensagem de final de ano aos nossos leitores. A conversa será na próxima quarta-feira (22), às 19h. O evento é aberto ao público, que poderá mandar também perguntas para a monja. 

“No escuro, a lanterna só ilumina três metros à frente. Assim é o caminho da vida. Somos capazes de enxergar apenas até onde a luz nos mostra. Para onde vamos? O que será no futuro? Como seguirá a humanidade após uma crise, uma catástrofe natural ou uma pandemia? A verdadeira resposta é que não sabemos. Mas o que sabemos é aquilo que podemos fazer hoje: agradecer, ter esperança e seguir em frente”,orienta a missionária.

Sobre a Convidada Especial


Monja Coen é fundadora da Comunidade Zen Budista Zendo Brasil (2001), missionária oficial da tradição zen-budista Soto Zenshu, com sede no Japão. Teve sua formação inicial em Los Angeles, nos Estados Unidos, e completou o mestrado no Mosteiro Feminino de Nagoya, no Japão, onde praticou como noviça e monja oficial por doze anos.

Atua como monja e mestra dos ensinamentos de Buda, além de escrever e dar palestras em todo o Brasil e em países como Japão, Portugal e Suíça.

Monja Coen Roshi também participa de encontros educacionais, culturais e inter-religiosos, com o objetivo de divulgar o princípio da não violência e criar uma cultura de paz, justiça, cura da Terra e de todos os seres vivos. Além disso, exerce papel importante como influenciadora nas mídias sociais, tornando os ensinamentos acessíveis às pessoas no seu dia a dia.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email