Cannabis & Saúde

LIVE gratuita esclarece uso da Cannabis na geriatria nesta quarta, às 19h

Médica Dra Rosana Takedo responderá dúvidas da audiência sobre tratamentos com canabinoides em doenças geriátricas como Parkinson, Alzheimer, diabetes osteoporose e dor crônica 
Sem Título-1

O Portal Cannabis & Saúde realiza nesta quarta-feira, às 19h, nosso 4º episódio da Série Opinião Médica. O objetivo é debater sobre especialidades médicas, atualidades, curiosidades, ciência, pesquisa e tecnologia acerca do uso da Cannabis para fins medicinais.

Nesta edição, como sempre gratuita e aberta ao público, vamos falar sobre o uso da Cannabis Medicinal na Geriatria. Nossa convidada é a médica Geriatra, Dra Rosana Takako Ide, especialista em terapia ayurvédica, além de medicina canabinoide e medicina integrativa. Ela irá responder ao vivo dúvidas da nossa audiência sobre tratamentos com Cannabis para idosos.

canhamo industrial brasil onde encontrar medico para prescricao

Agende uma consulta com médicos prescritores de Cannabis Medicinal.

O sistema de agendamento de consultas foi criado com o apoio de um conselho altamente qualificado para conectar você à profissionais sérios e habilitados para lidar com as mais diversas patologias nas quais o tratamento com CBD é recomendado

Trata-se de uma live voltada tanto a pacientes, como cuidadores e profissionais de saúde que buscam mais informações sobre estes importantes tratamentos.

QUERO ME INSCREVER AGORA


De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) o número de pessoas com mais de
60 anos chegará a 2 bilhões até 2050;  isso representará um quinto da população mundial.  

O Brasil é o 5º país do mundo com a maior população idosa.

E se por um lado o aumento expectativa de vida representa avanços sociais, por outro lado, com o envelhecimento da população há uma maior incidência e prevalência de doenças senis, ou seja, a longevidade exige uma conduta preventiva.

Segundo IBGE, no Brasil quase 2 milhões de pessoas  acima de 60 anos têm demências, e entre 40% e 60% delas são do tipo Alzheimer. Outro dado mostra que aproximadamente 3% da população de idosos no Brasil sofre com o Mal de Parkinson. E estima-se que até 2030 esses números tripliquem.

O uso da Cannabis na Geriatria


O número crescente de
idosos que usam cannabis medicinal cresceu muito nos últimos anos, e não é para menos. O interesse cada vez maior pelo bem-estar e saúde vem mudando nossa cultura, comportamento e a direção da nossa sociedade. 

A ciência demonstrou que o uso de canabinoides para fins medicinais oferecem uma gama de potenciais clínicos que beneficiam o tratamento de diversas doenças senis como demências, Mal de Parkinson, doença de Alzheimer, câncer, diabetes, osteoporose, transtornos de humor e dores crônicas.

Além disso, a Cannabis pode ser uma potente estratégia para evitar o desenvolvimento de doenças, reduzir o impacto das enfermidades na saúde e melhorar a qualidade de vida de idosos.

Dra. Rosana Takako Ide


Médica formada em 1989, com pós-graduada em Clínica Geral e Geriatria no Japão, em 93. Especialista em Geriatria e Acupuntura. Terapeuta Ayurvédica e Neural. Possui pós-graduação em Medicina Integrativa pelo Albert Einstein e em Nutrologia. Também é terapeuta Canábica.

Iniciou seu estudo em Acupuntura, tornando-se especialista logo quando foi reconhecido pela medicina, em 1999. Participou ativamente na implantação de práticas integrativas na Prefeitura de São Paulo, de 2001 até 2007.

Em 2008, criou o instituto Sachcha e dedicado a formar terapeutas da prática milenar indiana Ayurveda.

Dra Rosana também é especialista em Nutrologia e Medicina Integrativa pelo Hospital Israelista Albert Einsten, além de terapeuta canábica. 

QUERO ME INSCREVER AGORA

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email