Cannabis em alta: importações de derivados de Cannabis sobem 110%

importações de Cannabis sobem 110% no Brasil

Com dados da Anvisa, a BRCann (Associação Brasileira da Indústria de Endocanabinoides) levantou que as importações de medicamentos com Cannabis mais que dobrou em 2021, se comparado com 2020.

Os brasileiros estão importando mais medicina canabinoide. No ano passado, foram 40.191 autorizações cedidas pela agência em 2021 contra 19.150 no ano anterior. Um crescimento muito acelerado se compararmos a 2015, ano em que a compra de produtos à base de Cannabis foi permitida no país, que teve 850 importações.

Embora tenhamos 18 produtos autorizados pela Anvisa para serem vendidos nas drogarias, poucos estão disponíveis nas prateleiras e as importações batem recordes ano a ano. Segundo a BRCann, os médicos são os principais responsáveis por esse aumento, pois há mais informação e especializações na área, deixando-os mais à vontade para prescrever.

Esse crescimento formidável das importações de medicamentos com Cannabis está sendo concentrada principalmente na região sudeste, com São Paulo em 1º, Rio de Janeiro em 2º e Minas Gerais completando o pódio dos estados que mais solicitaram autorizações de importação para a Anvisa.

No recorte das importações de derivados de Cannabis temos boas expectativas de que a medicina canabinoide veio para ficar. Do mesmo modo, podemos ficar empolgados com o desenvolvimento da produção pelas associações de pacientes. A associação Abrace Esperança realizou 192 mil atendimentos em 2021 e a Apepi já atende a cerca de 3 mil associados.

Um médico prescritor de cannabis medicinal é o primeiro passo para que possa solicitar o medicamento que pode elevar seu bem-estar. Clique aqui e conheça nossos médicos e médicas prescritores de Cannabis medicinal.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email