Cannabis & Saúde

Cannabis é eficaz no tratamento de tremores patológicos, diz estudo

Pesquisadores descobriram que os canabinoides agem em um tipo de célula específica que cuida dos sinais elétricos do sistema nervoso
cannabis tratamento para tremores

Com a tendência de abrandamento das restrições à Cannabis em todo mundo, vem aumentando o número de pesquisas científicas que colocam em prova os benefícios dos fitocanabinoides no tratamento de diversas doenças. Foi a vez dos pesquisadores do Departamento de Neurociência da Faculdade de Saúde e Serviços Médicos da Universidade de Copenhagen.

Cannabis no tratamento de tremores

Eles descobriram que os canabinoides podem interagir com um tipo de célula chamada astrócitos, que são as mais comuns no sistema nervoso central. Os canabinoides trabalham regulando a liberação de metabólitos que transmitem os sinais elétricos das sinapses. Esse mecanismo demonstrou a possibilidade do uso de fitocanabinoides para ajudar a regulação desses sinais elétricos, podendo ser usado no tratamento de tremores patológicos.
 
Todos experimentamos movimentos involuntários de partes do corpo às vezes. Muitas vítimas de traumas na cabeça ou coluna, esclerose múltipla ou doenças degenerativas, os movimentos involuntários se tornam constantes, prejudicando a qualidade de vida.
 
Eles são acionados quando os neurônios motores da medula espinhal que conectam a medula espinhal com os músculos são ativados. Cada vez que um neurônio motor envia impulsos elétricos aos músculos, isso leva à contração e ao movimento muscular.
 
O tremor involuntário e incontrolável ocorre quando os neurônios motores da medula espinhal enviam sinais conflitantes ao mesmo tempo.

Estudos com Cannabis

A equipe de cientistas usou um modelo de camundongo para demonstrar que um canabinoide sintético específico (canabinoide WIN55,212-2) pode reduzir o tremor essencial – um distúrbio neurológico comum que causa tremores rítmicos incontroláveis da cabeça e membros.
 
Pesquisas anteriores sobre a Cannabis medicinal se concentraram nas células nervosas ou neurônios, enquanto os astrócitos são um tipo de células que fornecem nutrientes ao tecido nervoso, controlam o equilíbrio de íons e desempenham um papel nos processos de reparo após infecções e lesões traumáticas.
 
“Descobrimos que uma injeção com o canabinoide WIN55,212-2 na medula espinhal ativa os astrócitos na medula espinhal e os leva a liberar a substância adenosina, que posteriormente reduz a atividade nervosa e, portanto, o tremor indesejado”, escreveram os pesquisadores em estudo publicado na revista Nature.
 
Segundo eles, esses achados podem resultar no desenvolvimento de um tratamento direcionado com poucos ou nenhum efeito colateral. “Usar esta abordagem evitará afetar os neurônios no cérebro responsáveis por nossa memória e habilidades cognitivas”, disse uma das pesquisadoras,  Eva Carlsen, ao periódico de bioengenharia e engenharia genética, GenNews. “Seríamos capazes de oferecer aos pacientes que sofrem de tremores involuntários um tratamento eficaz sem expô-los a nenhum dos efeitos colaterais mais problemáticos.”
 

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email