Cannabis reduz crises de enxaqueca pela metade, aponta estudo

Tratamento prolongado indicou melhora em 61% dos pacientes

Um grupo de pesquisadores israelenses buscou no país pacientes diagnosticados com enxaqueca grave. Selecionaram 145 pessoas, entre 34 e 54 anos, que faziam uso da Cannabis para tratar as dores de cabeça. A maioria era feminina: 97 mulheres compunham o grupo.

Todos eles responderam a questionários completos sobre os sintomas, doses e variedades de Cannabis que tomavam, e se usavam outros remédios para controle da dor. Todos faziam uso medicinal da planta três anos. Responderam ainda com que frequência tinha crises antes do início do tratamento.

E o resultado aponta para um efeito positivo do medicamento. Do total de pacientes estudados, 61% (ou 89 pessoas) contou que as crises mensais caíram, pelo menos, pela metade após o uso de Cannabis. Além disso, relataram melhora na qualidade do sono e uso menor de outros medicamentos. 

Leia também: Mais Cannabis, menos dores de cabeça

“Essas descobertas indicam que a Cannabis medicinal resulta redução, no longo prazo, da frequência de enxaqueca em 60% dos pacientes tratados”, escrevem os pesquisadores. Mas alertam: ainda faltam mais pesquisas para comprovar a eficácia da Cannabis.

Principalmente no que diz respeito ao tipo de remédio a ser indicado. Eles perceberam que os pacientes com melhores respostas usavam doses maiores de dois tipos específicos de Cannabis. Uma era mais neutra e a outra mais ácida. E é esse o caminho, de acordo com eles, para entender como a planta age no tratamento contra enxaqueca.

Procurando por um médico prescritor de cannabis medicinal? Clique aqui temos grandes nomes da medicina canabinoide para indicar.
Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email