“2021 terá oferta ampla e remédios acessíveis no Brasil”, garante CEO da Entourage Phytolab

Portal Cannabis & Saúde inicia série de entrevistas com líderes das principais empresas do setor no país para traçar panorama do mercado e legislação em 2021
entourage phytolab

O portal Cannabis & Saúde inicia agora uma série de entrevistas com os CEOs das principais empresas do setor de Cannabis medicinal no país. Nosso objetivo é traçar um panorama do mercado e legislação para 2021, ano em que pode finalmente ser aprovado o Projeto de Lei 399/15, que legaliza o cultivo de maconha e cânhamo para fins medicinais e industriais.

Começamos essa série com o advogado e empresário Caio Santos Abreu, que está à frente da farmacêutica Entourage Phytolab, de São Paulo. A Entourage é uma biotech focada em pesquisa e desenvolvimento de medicamentos com Cannabis no Brasil e anunciou na semana passada um contrato com a multinacional colombiana Clever Leaves, líder e produtora licenciada de produtos farmacêuticos canabinoides. 

Ebook: "30 patologias que podem ser tratadas com o canabidiol"

Conheça o CBD e todo seu potencial para o tratamento de 30 doenças e transtornos.

O acordo prevê investimento de R$ 60 milhões na importação de um medicamento destinado ao mercado farmacêutico e também ao uso compassivo. A Entourage também vai importar da Clever Leaves os chamados Insumos Farmacêuticos Ativos (IFAs), que serão usados no desenvolvimento de novos produtos. A empresa promete disponibilizar esses produtos já neste mês.

Além do tratamento de epilepsia, os medicamentos serão indicados no tratamento de dores crônicas, ansiedade, autismo, Parkinson e Alzheimer, entre outras doenças. 

“Teremos uma ampla oferta de produtos à base de Cannabis de alta qualidade e com preços acessíveis, contribuindo para o desenvolvimento desse mercado no Brasil neste ano”, acredita o empresário.

Sobre o PL 399/15, Abreu acredita que, caso aprovado, irá “trazer expressiva redução nos custos de matéria prima, dada a conhecida vocação e capacidade agrícola brasileira”.

Cannabis & Saúde: Explique mais sobre os novos medicamentos desenvolvidos pela Entourage. Para quais enfermidades serão indicados, quais as concentrações? São produtos isolados ou integrais?

Caio Abreu: A Companhia não divulga seu pipeline de produtos e aplicações por uma questão estratégica. Podemos adiantar que nosso primeiro produto será um extrato rico em canabidiol, cujos testes clínicos serão realizados ainda em 2021 para controle de crises epiléticas de diferentes origens, seguindo os padrões regulatórios internacionais. De forma geral, a ciência tem revelado que o uso de extratos tem se mostrado mais seguro e eficaz que canabinóides isolados. 

Caio Abreu é CEO da Entourage Phytolab

Como está a situação do pedido de autorização sanitária destes medicamentos junto à Anvisa?

Estimamos solicitar a autorização sanitária de dois produtos no segundo semestre de 2021.

Por que você garante que os produtos estarão até 60% mais baratos com relação ao que há hoje no mercado?

A definição dos preços depende em grande medida do custo e qualidade da matéria prima, do tipo de formulação, custos operacionais e logísticos, entre outros. Buscamos constantemente fornecedores eficientes e bem qualificados que possam nos oferecer qualidade a um preço justo, bem como soluções inovadoras em formulações mais eficientes para que, com esta combinação, possamos reduzir os custos do tratamento para pacientes, planos de saúde e governo com os produtos mais competitivos do mercado agora e no futuro. A redução de até 60% no custo do tratamento está relacionada à maior eficiência de nossas formulações proprietárias que chegarão ao mercado em 2022.

Por que você diz que o acordo com a Clever transformará o Brasil em um dos maiores e mais competitivos mercados de cannabis do mundo?

A Clever Leaves é um dos maiores produtos de Cannabis sativa do mundo dentro dos maiores padrões de qualidade agrícola para a indústria farmacêutica. Além disso, a Colômbia oferece um clima muito favorável ao cultivo de cannabis e baixos custos operacionais, possibilitando a oferta de matéria prima com os preços mais baixos do mercado internacional. Com essas características de qualidade e custo, aliadas à inteligência e distribuição da Entourage, esperamos contribuir para um aumento significativo do acesso aos pacientes brasileiros. 

Onde serão investidos os R$ 60 milhões?

Esse valor de 11,4 milhões  de dólares é referente a um contrato de três anos que prevê a importação de um medicamento finalizado da Clever Leaves que chega ao mercado brasileiro no fim de janeiro para pacientes de uso compassivo. A partir do segundo semestre, esse medicamento passará a ser comercializado também em farmácias. Nós devemos divulgar em breve mais informações sobre o medicamento em si. 

O que você espera para 2021 com relação a mercado e legislação de Cannabis. Finalmente haverá concorrência?

Não podemos falar pelos nossos competidores, mas no que depender da Entourage, teremos uma ampla oferta de produtos à base de Cannabis de alta qualidade e com preços acessíveis, contribuindo para o desenvolvimento desse mercado no Brasil neste ano. Esperamos que o legislativo avance com o PL 399/15, que autorizará a produção de matéria prima em solo nacional, o que pode trazer expressiva redução nos custos de matéria prima, dada a conhecida vocação e capacidade agrícola brasileira.

Como estão as pesquisas da Entourage com a Unicamp?

A Unicamp entrou com recurso à Diretoria Colegiada da Anvisa para que seja revista a negativa para início das pesquisas de seleção e melhoramento genético. Estamos com tudo preparado para iniciar os trabalhos quando a universidade receber a autorização da Agência. 

Outras áreas da Cannabis estão nos planos da empresa, como uso industrial e alimentício?

A Entourage é uma empresa farmacêutica e manterá seu foco exclusivamente nas áreas de pesquisa e desenvolvimento, registro e distribuição de medicamentos de uso humano, veterinário e produtos para saúde. Eventualmente, no futuro, poderemos realizar parcerias com outras empresas que desejem desenvolver negócios a partir de outros usos da Cannabis oferecendo conhecimento e tecnologias que possam ser empregadas nestes outros campos da indústria.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email