Advogados do Brasil e Portugal debatem a reclassificação da Cannabis pela ONU

Especialistas dos dois países farão painel nesta sexta sobre os impactos da medida pela agência antidrogas e o crescimento do mercado da Cannabis para fins terapêuticos
onu-480x285

O escritório Nascimento & Mourão promove nesta sexta-feira (5/3), às 10h30 uma live para debater os reflexos da reclassificação da Cannabis pela ONU. Em dezembro, a agência de drogas da organização votou pela eliminação da Cannabis de uma lista dos entorpecentes mais perigosos. Na relação, por exemplo, estava a heroína.

A advogada fundadora do escritório, Alessandra Mourão, irá conduzir uma conversa com especialistas do Brasil e Portugal sobre os impactos da medida e o crescimento do mercado da Cannabis para fins terapêuticos.

Ebook: "30 patologias que podem ser tratadas com o canabidiol"

Conheça o CBD e todo seu potencial para o tratamento de 30 doenças e transtornos.

A conversa contará com o português José Veracruz, do Laboratório Medicinal de Cannabis, Gonçalo Matias, da banca Saraiva Matias & Advogados, Margarete Kishi, do Conselho Federal de Farmácia, e Norberto Prestes, da Associação Brasileira da Indústria de Insumos Farmacêuticos.

CLIQUE NA IMAGEM PARA ACESSAR A SALA
ID da reunião: 960 6365 3806
Senha de acesso: 646596

Perfis dos palestrantes

  • José Jorge Veracruz
  • Licenciatura em ciências farmacêuticas pela faculdade de farmácia da Universidade de Lisboa em 2000 com adequação a mestrado em 2010.
  • Pós-graduação em farmacotecnia avançada, também pela faculdade de farmácia da Universidade de Lisboa em 2008
  • Especialista em indústria farmacêutica, pela ordem dos farmacêuticos, desde 2014, que é um requisito legal para ser diretor técnico de produção de medicamentos. Internacionalmente definido como QP (Qualified Person).
  • Trabalhou alguns anos em farmácia comunitária, mas em 2004 abraçou o desafio de transformar uma indústria química numa empresa farmacêutica, uma vez que na Europa os gases medicinais (oxigénio, ar comprimido, oxido nítrico, etc.) passaram a ser regulamentarmente enquadrados como medicamentos.
  • Assume na Linde (no Brasil chama-se AGA), inicialmente só para Portugal e mais tarde a nível europeu, o departamento de gestão de garantia de qualidade e assuntos regulamentares
  • Agora, depois de um MBA em gestão de empresas iniciou funções de gestão e volta ao ponto de partida, com a alteração da regulamentação do cultivo da Cannabis na Europa, e em particular em Portugal, a juntar-se a um projeto de transformação para algo novo na indústria farmacêutica, através da CannaCanna.
  • Gonçalo Matias
    • Especializado em direito regulatório e life sciences. Tem acompanhado grandes empresas internacionais investidoras no mercado de
      Cannabis medicinal em Portugal.
  • Margarete Akemi Kishi:
    • Possui graduação em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1986).
    • Especialista em Homeopatia (USP- 1990). Diretora técnica e farmacêutica responsável por Farmácia de Homeopatia.
    • Professora da graduação e pós-graduação do curso de Farmácia da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Professora da pós-graduação em Homeopatia e Fitoterapia do Instituto Homeopático e das Práticas Integrativas – IHPI Conselheira Federal – CRF/SP
    • Membro Titular da CIPIC-SUS /CNS: Comitê Intersetorial de Práticas Integrativas e Complementares no SUS
    • Conselho Nacional de Saúde Coordenadora do grupo de trabalho de Fitoterapia
  • Norberto Prestes
    • Administrador de Empresas pela USP de Ribeirão Preto e Mestre em Redes Inter organizacionais pela mesma instituição.
    • Formação profissional em empreendedorismo inovador, negócios em biotecnologia e estratégia em marketing. Atuou em ambientes de inovação e empreendedorismo por mais de 10 anos.
    • Atuou como gerente da incubadora tecnológica SUPERA, da USP de Ribeirão Preto visitando centro de inovação em países como Suécia, Dinamarca, Irlanda, Inglaterra, EUA, Japão, Espanha, Portugal, Áustria, Polônia e Alemanha. Exerce desde 2018 o cargo de Presidente Executivo da Abiquifi
      (Associação Brasileira da Industria de Insumos Farmacêuticos).

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email