Estudo demonstra a segurança do uso de Cannabis com opioides

cannabis opioides vício

Pesquisa em macacos mostrou que a Cannabis medicinal melhora a analgesia dos opioides mas sem a sensação de recompensa ligada ao vício

O portal Cannabis & Saúde já apresentou diversos estudos que relacionam o tratamento com Cannabis medicinal à redução do uso de opioides em casos de dor crônica. A hipótese é que os fitocanabinoides potencializam o efeito dessa classe de analgésicos, que podem levar ao vício e, em grandes doses, à overdose e morte. Nos EUA, quase 70% das mortes em decorrência ao abuso de substâncias está relacionada aos opioides. 

publicamos aqui também relatos de pacientes que se livraram ou viram reduzidas a necessidade de utilizar esse tipo de medicamentos ao iniciar o tratamento canabinoide. Mas, será que, ao potencializar os efeitos dos opioides, a Cannabis também aumenta os efeitos negativos dessas substâncias e, assim, o risco de vício e overdose mesmo com doses mais baixas?

Foi o que procurou responder um grupo de pesquisadores liderados por Lawrence Carey, PhD, pós-doutorando do Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Texas, nos Estados Unidos. 

Para isso, os cientistas deram a macacos rhesus a oportunidade de escolher uma recompensa alimentar ou uma injeção do opioide fentanil. Eles então testaram se CBD, THC ou misturas contendo ambos os compostos afetaram o número de vezes que os macacos selecionaram fentanil em vez de alimentos.

Eles descobriram que uma ampla gama de doses de CBD ou THC sozinho ou em uma mistura não aumentou ou diminuiu o número de vezes que eles selecionaram o fentanil. “Dar aos animais a oportunidade de escolher entre uma injeção de drogas e uma recompensa alimentar nos ajudou a replicar um pouco as escolhas que um usuário de drogas humano pode enfrentar, como gastar dinheiro em drogas ou comida”, disse Carey. 

“Ter a opção de responder por comida também é útil para estudar drogas como o THC que produzem efeitos sedativos. Isso ajuda a demonstrar que o animal está realocando o comportamento da droga para a escolha da comida, em vez de simplesmente interromper a resposta a uma droga devido à sedação.”

Embora sejam necessários mais estudos, os pesquisadores concluíram que os fitocanabinoides, apesar de aumentar o poder analgésico dos opioides, não produz a sensação de recompensa, relacionada ao vício, na mesma proporção.    

“Existe um interesse intenso em usar maconha medicinal em pacientes com dor crônica porque compostos da maconha como CBD e THC podem produzir alívio da dor ou aumentar os efeitos analgésicos dos opioides”, afirmou Lawrence Carey. 

“Isso significa que as pessoas podem usar doses mais baixas de opioides e ainda obter alívio da dor. Tomar menos medicação para a dor também pode levar a um risco reduzido de dependência química ou física de opioides”.

Carey apresentou sua nova pesquisa na reunião anual da Sociedade Americana de Farmacologia e Terapêutica Experimental em simpósio da Biologia Experimental (EB) 2022, realizada na Filadélfia, EUA.

Os pesquisadores agora estão realizando outros estudos para avaliar se o CBD e o THC podem diminuir os sinais de abstinência e recaída de opioides. “Uma grande razão pela qual as pessoas continuam a tomar opioides depois de se tornarem dependentes é o aparecimento de sintomas de abstinência”, disse o pesquisador. 

“Estamos usando o que aprendemos com este estudo para determinar se essas doses – que não alteraram a escolha de recompensas por alimentos ou drogas – podem ajudar a aliviar a abstinência de opioides ou diminuir a recaída e o comportamento de busca de drogas após períodos de abstinência”.  

Ele alerta que o transtorno do uso de opioides é uma doença complexa e há muitos fatores a serem considerados ao desenvolver um medicamento para tratá-lo. Embora este estudo indique que o THC e o CBD não aumentam os efeitos recompensadores dos opioides, eles dizem que antes de aplicar esses achados às pessoas, será necessário determinar se esses tratamentos alteram outros processos patológicos envolvidos com o uso de opioides e entender melhor quaisquer riscos que podem estar associados ao seu uso.

Se você tem dor crônica ou qualquer outra patologia com indicação para o tratamento com Cannabis medicina, basta acessar agora a plataforma de agendamento de consultas do portal Cannabis & Saúde para encontrar médicos prescritores de diversas especialidades.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email