Categorias: DestaquesEventos

Palestra online fala sobre papel do THC no tratamento com Cannabis medicinal

Em seu trabalho como hematologista oncológico, o doutor Cristiano Fernandes lida diariamente com todas as complicações que os pacientes com câncer podem ter. Dor, ansiedade, perda de apetite, náusea e vômito. Consequência da própria doença e do tratamento com quimioterapia. Nesses casos, a experiência lhe mostrou os benefícios da Cannabis.

Mas não só o CBD, o canabidiol, cada vez mais popular entre na medicina. Boa parte do seus resultados é devido ao uso do famigerado THC. “Isso precisa ser desmitificado. Muita gente acha que é só CBD, mas o THC pode ser útil sim”, afirma o médico hematologista do Centro de Combate ao Câncer SP e da Unidade de Terapia Intensiva Onco/Hematológica Hospital Nove de Julho.

Fernandes vai compartilhar seu conhecimento e experiência, gratuitamente e online, com médicos de todo Brasil, na Masterclass “O papel do THC no tratamento com a Cannabis Medicinal”, oferecida pela CanTeraMed, no dia 3 de fevereiro, às 20h.

“A maioria do trabalhos com Cannabis no mundo é com THC. Só recentemente o CBD tomou a importância, pois não tem o componente euforizante”, conta Cristiano Fernandes. “O THC é o canabinoide é o menos usual pela dificuldade de você ter para prescrever para os pacientes. A gente vai falar sobre os riscos, segurança, trabalhos atuais, conhecimento atual do THC, indicações. Ou seja, onde ele pode ser útil na medicina.”

Segundo o médico, que também é diretor da OnixCann e co-responsável pela compilação dos protocolos institucionais envolvendo canabinoides da Plataforma CanTera, se bem utilizado, o THC pode fazer o que nenhum outro remédio faz por seus pacientes. 

“Dentro do contexto geral, é uma medicação bastante segura do ponto de vista clínico. A gente prescreve com tranquilidade opioides para dor. Morfina, oxicodona, que podem levar ao óbito se mal usadas. Uma overdose de opioide pode ser fatal, enquanto não tem relato nenhum de overdose fatal de THC, garante Fernandes. 

“Ele não tem nenhum papel oncológico. Não reduz tumor, mas ajuda o paciente naquilo que não tem medicação. Não existe medicação para o bem estar. A Cannabis entra nesse cenário”, complementa o hematologista. “Um conjunto de drogas que auxilia na qualidade de vida do paciente. Hoje a gente não tem nenhuma medicação que sozinha ou em combinação que faça isso tão bem quanto o THC e CBD.” 

Interessados podem fazer a inscrição para participar na Masterclass: “O papel do THC no tratamento com a Cannabis Medicinal”, com o Dr. Cristiano Fernandes. A palestra acontece na quarta-feira, 3 de fevereiro, às 20h. 

Redação Cannabis & Saúde

Postagens recentes

LIVE Pergunte ao Especialista: Cannabis, Fibromialgia e Dor Crônica com Dra Wanderli Ramos

O evento é online e gratuito e voltado a pacientes, amigos e familiares que buscam…

2 dias agora

Derrota do governo: Comissão da Cannabis rejeita retirar PL 399 de pauta

Deputados entraram em acordo e a próxima reunião será no dia 17 para possível votação…

2 dias agora

AO VIVO: Comissão da Câmara vota parecer do PL do plantio de Cannabis

Serão apreciadas 10 emendas ao texto, entre elas a que autoriza o cultivo por pacientes…

3 dias agora

“Sete a cada dez pacientes me procuram pelo tratamento com Cannabis”, conta médica

A anestesiologista Wanderli Carvalho se especializou em dor em 2018 e relata a melhora de…

6 dias agora

Calmantes que não precisam de receita: Por que substituí-los?

Os calmantes que não precisam de receita vêm sendo utilizados em uma escala preocupante. Saiba…

6 dias agora

“A Cannabis mudou as nossas vidas”, conta mãe de garoto com autismo

Cauã, filho de Monalisa Almeida, sofria com insônia, irritação e com as dores da fibromialgia.…

1 semana agora