Ciência

Dia Nacional da Saúde: 20 Benefícios da Cannabis que todos devem saber

Hoje, 5 de Agosto, é o Dia Nacional da Saúde. A data foi criada em 1948 pela Organização Mundial de Saúde em virtude da preocupação da OMS em manter o bom estado de saúde mundial da sociedade e orientar e consciencializar sobre os seus problemas.

Por isso, aproveitamos a data para falar sobre os benefícios da Cannabis para a saúde. A planta contém substâncias com efeitos anticonvulsivantes, anti-inflamatórias, ansiolíticas, analgésicas, antipsicóticas, neuroprotetoras e até antitumorais.

Veja abaixo alguns dos principais benefícios da Cannabis para a Saúde

 

1. Alívio da dor crônica

As evidências científicas da atuação farmacológica dos componentes da Cannabis, e o sucesso clínico com pacientes em todo mundo, inclusive no Brasil, apontam a Cannabis como a primeira opção de tratamento para dores neuropaticas.

Isso porque as propriedades analgesicas dos canabinoides são mais elevadas do que de muitos outros medicamentos comumente usados para o dor crônica neuropática, além de contribuir com a qualidade de vida do paciente e ter efeitos colaterais favoráveis.

2. Melhora a capacidade pulmonar

Cientistas da Universidade Augusta, nos Estados Unidos, descobriram que o canabidiol pode ajudar a reduzir os danos no pulmão causados pelo coronavírus. E em um novo estudo publicado recentemente pelo Journal of Cellular and Molecular Medicine, os pesquisadores explicam que a substância permite um aumento nos níveis de um peptídeo natural chamado apelina, que reduz inflamações.

Ajuda a perder peso

Apesar de parecer paradoxo, pelo fato da famosa larica causada pelo THC, o canabidiol está associado a regular a insulina e, ao mesmo tempo, administrar a ingestão calórica de forma eficiente.

Regular e prevenir diabetes

Com seu impacto na insulina, só faz sentido que a cannabis possa ajudar a regular e prevenir o diabetes. Uma pesquisa conduzida pela American Alliance for Medical Cannabis (AAMC) incluiu a Cannabis como ferramenta para estabilizar o açúcar no sangue, reduzir a pressão arterial e melhorar a circulação sanguínea.

Luta contra o câncer

Um dos maiores benefícios médicos da Cannabis é sua ligação com a luta contra o câncer. Além de ajudar nos efeitos colaterais da quimioterapia, como náuseas, vômitos e falta de apetita, existem evidências de que os canabinoides podem ajudar a combater certos tipos de câncer.

Ajuda a tratar a depressão

A depressão é bastante disseminada sem que a maioria das pessoas saiba que a tem. Os compostos endocanabinóides da cannabis podem ajudar a estabilizar o humor, o que pode aliviar a depressão.

Promissor no tratamento do autismo

Cannabis é conhecida por acalmar os usuários e controlar seu humor. Pode ajudar crianças com autismo que apresentam frequentes mudanças violentas de humor a controlá-lo.

Cessar convulsões

Pesquisas conduzidas sobre o CBD mostraram que ele pode ajudar a controlar as convulsões. Existem estudos em andamento para determinar o efeito da cannabis em indivíduos com epilepsia.

 

Ossos quebrados

O canabidiol tem sido associado a ajudar contra osteoporose e inclusive a curar ossos quebrados, acelerando o processo. De acordo com o Laboratório de Pesquisa Óssea em Tel Aviv , também ajuda a fortalecer o osso no processo de cicatrização. Isso torna mais difícil para o osso se quebrar no futuro.

 

Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade

Indivíduos com TDAH e DDA têm dificuldade para se concentrar nas tarefas que estão realizando. Eles tendem a ter problemas com desempenho cognitivo e concentração. A cannabis tem se mostrado promissora em promover o foco e ajudar os indivíduos com TDAH / DDA. Também é considerado uma alternativa mais segura para Adderall e Ritalin.

Tratamento para glaucoma

O glaucoma provoca uma pressão adicional no globo ocular, o que é doloroso para os indivíduos com a doença. A Cannabis pode ajudar a reduzir a pressão aplicada no globo ocular, proporcionando algum alívio temporário aos indivíduos com glaucoma.

Aliviar a ansiedade

Embora a Cannabis seja comumente conhecida por causar ansiedade, há uma maneira de contornar isso. Tomada em dosagem monitorada e de maneira adequada, a Cannabis pode ajudar a aliviar a ansiedade e acalmar os usuários.

Regredir a doença de Alzheimer

A doença de Alzheimer é uma das muitas causadas pela degeneração cognitiva. À medida que envelhecemos, a degeneração cognitiva é quase inevitável. A Cannabis contém antiinflamatórios que combatem a inflamação do cérebro e que leva à doença de Alzheimer.

 

Dor ligada à artrite

A cannabis é agora comumente encontrada na forma de cremes e bálsamos usados ​​por pessoas que têm artrite. Tanto o THC quanto o CBD ajudam as pessoas a lidar com a dor.

Estresse pós-traumático

O TEPT não afeta apenas os veteranos, mas qualquer indivíduo que passa por um trauma. Como a Cannabis é legalizada, o impacto que ela tem em ajudar a tratar indivíduos com PTSD está sendo estudado. A cannabis ajuda a controlar a resposta de luta ou fuga, evitando que ela entre em overdrive.

Alívio para indivíduos com esclerose múltipla

A esclerose múltipla pode ser dolorosa e a cannabis é conhecida por proporcionar alívio para ela. A esclerose múltipla leva a contrações musculares dolorosas e a cannabis pode ajudar a reduzir essa dor.

Reduz os efeitos colaterais relacionados à hepatite C e aumenta a eficácia do tratamento

O tratamento para a hepatite C tem vários efeitos colaterais que incluem náusea, fadiga, depressão e dores musculares. Isso pode durar meses para alguns portadores de hepatite C. A Cannabis pode ajudar a reduzir os efeitos colaterais causados ​​pelo tratamento, ao mesmo tempo que o torna mais eficaz.

Trata doenças inflamatórias intestinais

Indivíduos com doença de Crohn ou colite ulcerosa podem encontrar algum alívio com o uso de cannabis. O THC e o canabidiol são conhecidos por ajudar a aumentar a resposta imunológica, ao mesmo tempo que interagem com as células que desempenham um papel vital no funcionamento do intestino. A cannabis ajuda a bloquear bactérias e outros compostos que causam inflamação nos intestinos.

Ajuda com tremores associados à doença de Parkinson

Para quem tem a doença de Parkinson, a Cannabis pode ajudar a reduzir os tremores e a dor, ao mesmo tempo que ajuda a promover o sono. Também demonstrou melhorar as habilidades motoras dos pacientes.

Ajuda com o alcoolismo

Outro dos muitos benefícios da Cannabis para a saúde é que não há dúvida de as substâncias presentes na planta são muito mais seguras do que o álcool. Embora possa não ser 100% isento de riscos, pode ser uma maneira mais inteligente de conter o alcoolismo, substituindo-o por Cannabis.

 

Redação Cannabis & Saúde

Postagens recentes

Estudo: pessoas com enxaqueca podem se beneficiar com a Cannabis

Na Universidade do Arizona, nos EUA, uma equipe de pesquisadores revisou os resultados de estudos…

1 dia agora

Crianças podem usar óleo com altos índices de THC?

É imprescindível ter segurança para utilizar um canabinoide como medicamento, ainda mais quando o tratamento…

1 dia agora

Neurocirurgião fala sobre suas primeiras experiências com a Cannabis

Apesar de ser neurocirurgião, o médico Gustavo Valadão atende a todas as patologias neurológicas e…

2 dias agora

Cannabis marcou seu espaço na BIO Convention

Tratando temas regulatórios, pesquisas na área e a possibilidade de produtos à base de Cannabis…

2 dias agora

Suíça simplifica acesso de pacientes à Cannabis

O governo federal da Suíça retirou a necessidade de uma autorização especial para quem quer…

3 dias agora

Neurologista apoia o uso da Cannabis no tratamento da COVID longa

Em LIVE do portal Cannabis & Saúde, a médica Marcela Agostinho explicou as causas dos…

3 dias agora