“Me encantei pela Cannabis ao ver melhora em pacientes desesperançados”, conta neurologista

Denise Lufti Pedra se sentia frustrada. Na neurologia, realizava exames complexos e chegava aos mais difíceis diagnósticos. Só não conseguia sempre tratar seus pacientes, principalmente aqueles com doenças degenerativas. “Isso frustra. Você faz um big diagnóstico e depois não tem como tratar. Por isso sempre busquei outras alternativas”, conta Pedra. Após a formação em medicina …

“Me encantei pela Cannabis ao ver melhora em pacientes desesperançados”, conta neurologista Leia mais »