Destaques

Pfizer entra na indústria da Cannabis com aquisição de R$ 38 bilhões

A Pfizer anunciou nessa semana sua entrada na indústria da Cannabis medicinal, apostando em um tratamento promissor para doenças intestinais. A multinacional farmacêutica e de biotecnologia assinou um acordo com a empresa de pesquisas Arena Pharmaceuticals por um por cerca de US$ 6,7 bilhões, ou R$ 38 bilhões.

No final 80, a Pfizer financiava uma pesquisa com canabinoides, porém desistiu do projeto, deixando os pesquisadores com os compostos. Os cientistas envolvidos nessa pesquisa acabariam por descobrir o sistema endocanabinoide, conforme contou ao portal Cannabis & Saúde a pesquisadora Allyn Howllet, descobridora do receptor CB1.

A Arena Pharmaceuticals, adquirida pela Pfzier, é uma empresa de biotecnologia dedicada à terapia canabinoide. O núcleo de sua operação de Cannabis consiste no Olorinab, uma substância oral, receptor canabinoide (CB2) que tratar pacientes com doenças que afetam o estômago e o intestino. Conforme o site da Arena, Olorinab é um medicamento experimental e atualmente não está aprovado para uso por nenhuma autoridade de saúde.

A equipe de Arena está desenvolvendo esta droga à base de Cannabis com foco inicial na dor visceral associada a distúrbios gastrointestinais. O site da Arena diz que este composto, por meio de sua seletividade para CB2 versus CB1, está sob investigação para o alívio da dor sem efeitos adversos psicoativos.

Os receptores CB1 e CB2 se ligam ao sistema endocanabinóide, um sistema complexo que recebe e sintetiza os compostos da Cannabis. Esses receptores estão presentes em todo o corpo humano. Os fitocanabinoides, como o THC e o CBD, podem se ligar a esses receptores para sinalizar que o sistema endocanabinoide precisa entrar em ação.

Amit D. Munshi, presidente e CEO (CEO) da Arena, disse que as capacidades da Pfizer acelerariam a missão da Arena de fornecer medicamentos essenciais aos pacientes e acredita que esta transação representa o melhor próximo passo para pacientes e acionistas.

“Estamos muito satisfeitos em anunciar a aquisição proposta da Arena pela Pfizer, reconhecendo nossa contribuição para atender às necessidades não atendidas em doenças inflamatórias mediadas pelo sistema imunológico”, disse ele.

O portfólio da Arena também inclui outros pipelines de drogas não canabinoides, com foco no desenvolvimento de terapias potenciais inovadoras para tratar várias doenças imunoinflamatórias.

Ao adquirir a Arena, a Pfizer entra na indústria da Cannabis medicinal e se junta a outras big pharmas nessa corrida verde. Nos últimos anos, grandes farmacêuticas entraram no mercado por meio de diversas operações.

A empresa canadense de pesquisa e desenvolvimento de Cannabis Avicanna tornou-se uma empresa residente na Jonhson & Johnson’s em Toronto em 2017.

Um ano depois, a canadense Tilray tornou-se global por meio de um acordo com a empresa farmacêutica suíça Novartis para desenvolver e distribuir seus produtos de maconha medicinal em jurisdições legais em todo o mundo.

Em maio de 2021, a empresa biofarmacêutica global Jazz Pharmaceutical concluiu a aquisição da GW Pharmaceuticals, desenvolvedora do Epidiolex, o primeiro medicamento CBD autorizado pela FDA para o tratamento de crianças com as síndromes de Lennox-Gastaut e Dravet.

Como as Big Tobacco, o interesse das Big Pharmas na indústria da Cannabis cresce em rápida evolução. Por este motivo, espera-se um maior envolvimento das empresas farmacêuticas na indústria da cannabis medicinal nos próximos anos.

Com informações da Forbes

Marcus Bruno

Jornalista, radialista e marqueteiro especialista em Cannabis medicinal.

Postagens recentes

Estudo: pessoas com enxaqueca podem se beneficiar com a Cannabis

Na Universidade do Arizona, nos EUA, uma equipe de pesquisadores revisou os resultados de estudos…

2 dias agora

Crianças podem usar óleo com altos índices de THC?

É imprescindível ter segurança para utilizar um canabinoide como medicamento, ainda mais quando o tratamento…

2 dias agora

Neurocirurgião fala sobre suas primeiras experiências com a Cannabis

Apesar de ser neurocirurgião, o médico Gustavo Valadão atende a todas as patologias neurológicas e…

2 dias agora

Cannabis marcou seu espaço na BIO Convention

Tratando temas regulatórios, pesquisas na área e a possibilidade de produtos à base de Cannabis…

2 dias agora

Suíça simplifica acesso de pacientes à Cannabis

O governo federal da Suíça retirou a necessidade de uma autorização especial para quem quer…

3 dias agora

Neurologista apoia o uso da Cannabis no tratamento da COVID longa

Em LIVE do portal Cannabis & Saúde, a médica Marcela Agostinho explicou as causas dos…

3 dias agora