“Não é só a medicação, é cuidar da vida como um todo”, diz médico prescritor de Cannabis

Tudo estava encaminhado para que o médico Pedro Melo Filho se tornasse ortopedista. Nascido em uma família de médicos especializados nessa área, estava “jogando o jogo como as coisas estavam esperadas”. Até que, em 2018, viu a notícia de que a Anvisa havia facilitado um pouco o acesso aos remédios de Cannabis.

“Foi a oportunidade que eu esperava. Desde a faculdade eu já lia sobre o assunto, pesquisava muito”, lembra. “Eu sempre fui um ativista. Já utilizava em minha vida pessoal, social, afetiva, e essa brecha era o que faltava para tratar pacientes.”

Cannabis e o tratamento de câncer

Nessa mesma época, uma amiga o procurou. Estava com câncer ginecológico, e queria sua instrução para dar início ao tratamento com Cannabis. “Era um câncer complicado, que envolvia ovário, trompas, útero. Com a medicação, teve uma recuperação fantástica, diz. 

“Eu levava ela para fazer a quimioterapia, saia direto para um rodízio de japonês. Ou seja, a parte da supressão dos sintomas da quimioterapia – enjoo, falta de apetite – estava sendo muito interessante. Foi quando tive a certeza que não é só teoricamente bonito. A Cannabis funcionaria na prática com meus pacientes.”

Em dezembro de 2018, junto a dois amigos, fundou em Ribeirão preto a clínica CBDoctors, a primeira do estado de São Paulo dedicada a todas as etapas do tratamento com Cannabis medicinal, tanto clínica quanto burocrática. “ A gente cuida de todo o acesso para o paciente. Faz diagnóstico, se ainda não tem. A consulta do médico e o acompanhamento, além do registro da Anvisa, cuida da burocracia, e da logística da chegada do remédio.”

Um ano de Cannabis

Há um ano, atendem pacientes com qualquer enfermidade que possa ser tratada com Cannabis. Já receitaram óleos e remédios e auxiliaram nos processos legais de mais de 300 pessoas. “Ontem saiu um Habeas Corpus de um paciente do RN que conseguiu que o governo banque o tratamento”, conta. 

De acordo com o médico, entre as principais vantagens da Cannabis está o poder de reduzir os medicamentos necessários. “Pegar um paciente que toma dez, vinte medicamentos químicos, que traz efeitos adversos a curto, médio e longo prazo, com potencial de vício, e trocar por uma medicação que não vai agredir o corpo dele, e entregar uma evolução no tratamento, é muito gratificante” 

No entanto, ele alerta que não basta só tomar o medicamento de Cannabis. O tratamento canábico atrela medicação a mudança de hábitos, atividade física, e remodelamento psicológico. “O paciente tem que acreditar no tratamento, querer melhorar, mudar questões psicológicas que servem como gatilho para ter piora”, afirma. “Não é só a medicação, é cuidar da qualidade de vida como um todo. Evolução pessoal, social, sexual, física, cognitiva. Englobar toda a evolução do paciente.”

Perspectivas para 2021

O doutor Pedro Melo está otimista. “Esse ano de 2021 vai ter uma explosão enorme de produção científica. Testes em laboratório, em hospitais, que não era permitido, hoje está com uma abertura maior. Os resultados estão começando a aparecer.”

Um processo que, segundo acredita, não tem mais volta. “Estamos evoluindo. Estamos cercados de países que estão legalizando. Na América do Sul, Canadá, EUA. Países que usamos como referência médica, porque não vamos seguir a referência da Cannabis também?”

“Mesmo nesse governo conservador, estamos evoluindo, tratando pacientes. Já está acontecendo. Ainda que ande bem devagar, é melhor que ficar parado”, continua. “O que precisa é mais gente lutando, correndo atrás, para que a gente possa empurrar para andar mais rápido.”

Pensando em fazer sua parte no processo, todos os meses a clínica CBDoctor reserva um número de consultas para pessoas que não podem pagar, com doação do medicamento em parceria com empresas do ramo. 

“Eu fico muito feliz de poder utilizar com meus pacientes algo que sempre acreditei em minha vida pessoal”, finaliza. “Orientá-los a fazer uso e ter a mesma evolução de vida que tive com a Cannabis.”

Aproveite e agende uma consulta com o Dr. Pedro Melo Filho. CLIQUE AQUI

Felipe Floresti

Postagens recentes

LIVE Pergunte ao Especialista: Cannabis, Fibromialgia e Dor Crônica com Dra Wanderli Ramos

O evento é online e gratuito e voltado a pacientes, amigos e familiares que buscam…

2 dias agora

Derrota do governo: Comissão da Cannabis rejeita retirar PL 399 de pauta

Deputados entraram em acordo e a próxima reunião será no dia 17 para possível votação…

2 dias agora

AO VIVO: Comissão da Câmara vota parecer do PL do plantio de Cannabis

Serão apreciadas 10 emendas ao texto, entre elas a que autoriza o cultivo por pacientes…

3 dias agora

“Sete a cada dez pacientes me procuram pelo tratamento com Cannabis”, conta médica

A anestesiologista Wanderli Carvalho se especializou em dor em 2018 e relata a melhora de…

6 dias agora

Calmantes que não precisam de receita: Por que substituí-los?

Os calmantes que não precisam de receita vêm sendo utilizados em uma escala preocupante. Saiba…

6 dias agora

“A Cannabis mudou as nossas vidas”, conta mãe de garoto com autismo

Cauã, filho de Monalisa Almeida, sofria com insônia, irritação e com as dores da fibromialgia.…

1 semana agora