Cultura

Especialista em medicina canábica, Mario Grieco transforma experiência em livro

Da história às enfermidades, “Cannabis medicinal: baseado em fatos” concentra tudo as ciências sabem sobre o tratamento com canabinoides 

Um dos mais completos livros já escritos no Brasil sobre o tema, o “Cannabis medicinal: baseado em fatos”, chega às livrarias no próximo mês de outubro, pela Editora Agir. Resultado de uma longa pesquisa na literatura científica, foi escrito pelo médico especialista, dr. Mario Grieco.

“O livro tem como objetivo principalmente educar os médicos, pacientes e indivíduos que têm interesse em conhecer a Cannabis medicinal”, conta o médico. “Já no começo, eu conto a história da Cannabis, desde 1.500 anos antes de Cristo, quando era prescrita no Império Chinês, até os dias atuais.”

A publicação também busca explicar as diferenças entre os tipos de Cannabis existentes, sativa, indica e ruderalis, e acorda como os componentes contidos em cada uma delas podem ajudar no tratamento de diversas enfermidades.

“A gente sabe que a Cannabis medicinal tem mais de 500 componentes fitoquímicos, e com uma função muito ampla”, conta. “Ajuda melhorando a qualidade de vida dos pacientes, porque consegue tratar insônia, ansiedade, depressão, uma série de doenças. São quase 50 enfermidades.”

E é sobre cada uma dessas quase 50 condições que se dedica a última parte do livro, com descrição das doenças e as indicações de tratamento com os fitocanabinoides. “É um livro bem abrangente que visa provar a seriedade da pesquisa e tratamento com a Cannabis medicinal.”

“Coloco até no nome o ‘baseado em fatos’, porque é fundamentado por fatos, que são os estudos científicos realizados e publicados no mundo inteiro”, explica Grieco. “Não podemos mais ficar com fake news, desconfiança, porque é maconha. Uma coisa é diferente da outra. A maconha a gente não sabe a procedência, como é feita. A Cannabis medicinal tem controle, está dentro dos padrões médicos para a prescrição, e com uma importância terapêutica muito grande.”

O livro é uma das formas que o médico encontrou para ajudar a expandir a conscientização sobre os benefícios do tratamento com a Cannabis. “Eu espero que o livro venha a ajudar as pessoas a entenderem melhor o assunto e possam começar a  falar bem da Cannabis medicinal”, conclui. “Não só criticar. Tem muita gente que critica porque não conhece. Foi entender isso que me motivou a escrever o livro.”

Redação Cannabis & Saúde

Postagens recentes

Lançada Frente Parlamentar da Cannabis em SP

Primeira meta do grupo é aprovar o PL 1180/19, que prevê fornecimento gratuito de derivados…

4 horas agora

“Meu pai só está vivo por causa da Cannabis”, diz médica prescritora

Especialista em ginecologia e obstetrícia, a médica Andrea Martins De Oliveira descobriu os benefícios da…

24 horas agora

Deputados de SP lançam frente em defesa da Cannabis medicinal

Formada por 21 deputados de 12 partidos, a frente será lançada nesta quarta-feira na Assembleia…

2 dias agora

Dia do Médico: os profissionais pioneiros na Cannabis no Brasil

Cannabis & Saúde lembra alguns dos primeiros profissionais a enfrentar preconceito e proibicação para garantir…

3 dias agora

42% das pacientes com câncer de mama nos EUA usam Cannabis

De acordo com estudo, a Cannabis é utilizada para tratar dor, insônia, ansiedade, estresse, náuseas…

3 dias agora

LIVE abordou Cannabis e transtornos alimentares com Dra Janaína Barboza

Por 1h20, médica respondeu dúvidas sobre alimentação saudável e uso da Cannabis em condições como…

1 semana agora