Destaques

Startup brasileira de Cannabis lança Escola de Medicina Esportiva

O Centro de Excelência Canabinoide (CEC), empreendimento especializado no uso medicinal da Cannabis no Brasil, anunciou na semana passada o lançamento do Instituto CEC de Educação e Pesquisa. A iniciativa tem o objetivo de fomentar o desenvolvimento da educação médica e técnica, abrangendo as melhores práticas atuais e os avanços futuros nas formas de terapias, tratamentos e aplicações da Cannabis medicinal.

A iniciativa busca atuação e estímulo em relação às pesquisas científicas sobre as possibilidades de uso da planta para diversas condições médicas.

Para isso, o Instituto conta com curadoria de conteúdo e com uma rede de pesquisadores, médicos, profissionais da indústria e pacientes dedicados a aumentar a compreensão clínica da Cannabis, com foco em seu potencial terapêutico.

“Queremos ser um agente transformador no desenvolvimento das atividades ligadas à Cannabis medicinal no Brasil, incluindo capacitação de médicos e promoção de projetos científicos. Também atuaremos como agente de conscientização da sociedade sobre os benefícios da medicina canabinoide por meio da realização de pesquisas que fundamentem os resultados terapêuticos da Cannabis”, enfatiza Leonardo Soldon, diretor executivo do Instituto CEC.

Agende uma consulta com o diretor médico do CEC, Dr. Pedro Pierro, clique aqui.

Capacitação médica

No setor de educação, o Instituto CEC oferece uma variedade de ações educacionais, incluindo cursos e programas de aprendizagem inéditos. “Nossa grade é desenvolvida por especialistas de renome mundial, proporcionando visão aprofundada da ciência e medicina por trás da Cannabis, com corpo docente diversificado de médicos e profissionais da saúde”, destaca Soldon.

A proposta para capacitação médica envolve a formação de escolas de estudos específicos em patologias e especialidades, com os maiores nomes da medicina dedicada ao sistema endocanabinoide. As duas primeiras escolas a serem inauguradas serão as de Medicina Esportiva e de Neurologia voltadas ao uso medicinal da Cannabis.

Os interessados na escola de Medicina Esportiva já podem encontrar informações sobre a grade dos cursos e respectivos valores de investimento no site: https://bit.ly/3jeTzcM.

As aulas serão conduzidas por Ricardo Tardini, ortopedista e traumatologista com especialização em Cannabis medicinal, e por Marcelo Valio, médico nutrólogo. Já as informações sobre a escola de Neurologia estarão disponíveis para consulta em julho. “Além dessas duas primeiras escolas, nosso plano estratégico prevê o lançamento da escola de Saúde Mental e Oncologia em 2022”, destaca Soldon.

Parcerias com consultores e pesquisadores – O Instituto CEC, tanto no setor de educação como no desenvolvimento de pesquisas, conta com parcerias institucionais estratégicas para a evolução da Cannabis medicinal no Brasil.

Para a jornada de formação médica, o Instituto CEC assinou alianças com Universidades nacionais e internacionais para a construção de conteúdos e tecnologias educacionais.

Redação Cannabis & Saúde

Postagens recentes

Novas perspectivas para o uso de Cannabis medicinal em esquizofrenia

Pesquisadores da Unicamp encontram evidências do mecanismo de ação do tratamento com canabidiol em pacientes…

6 horas agora

Setembro Amarelo: Live abordou depressão, burnout, bipolaridade e dependência

Psiquiatra Dr. Wilson Lessa respondeu dúvidas sobre saúde mental e como a Cannabis medicinal pode…

4 dias agora

6a Edição do evento “O Cenário das Doenças Raras no Brasil” acontece em SP

Em entrevista ao portal Cannabis & Saúde, o presidente da Federação Brasileira das Associações de…

4 dias agora

Comunicação é tema do segundo “Precisamos falar sobre Cannabis”

Os desafios da comunicação com foco em Cannabis para uso medicinal e industrial serão o…

5 dias agora

​​​STJ: possuir itens para plantio de Cannabis de uso pessoal não é crime

Tribunal considerou "contrassenso jurídico" que possuir utensílios para cultivo de maconha para uso pessoal, um…

5 dias agora

Usuários de canabinoides sintéticos têm abstinência mais grave, mostra estudo

Cientistas descobriram que os efeitos da retirada dos sintéticos aparecem mais rapidamente com consumidores relatando…

6 dias agora