Categorias: CiênciaDestaques

Cannabis reduz uso de opioides em pacientes com dor crônica, diz estudo

Todos os anos, cerca de 70 mil pessoas morrem nos EUA por overdose de drogas. Mas as drogas ilícitas não são os únicos responsáveis. Dessas mortes, cerca de 15 mil são em decorrência do uso de medicamentos prescritos pelos médicos. Os chamados medicamentos opioides.

Amplamente utilizado na medicina para o tratamento de dor, medicamentos como codeína e a morfina provocam diversos efeitos colaterais – sonolência, náusea e vômito. Mas não fica por aí, já que com o tempo os pacientes tendem a criar resistência, demandando doses cada vez mais altas. O que, muitas vezes, acarreta em overdose. A situação é grave, considerada epidemia pelo governo dos EUA. 

O problema é que não existem muitos substitutos para os opioides. Ou melhor, não existiam.

Substituição de opioides por Cannabis

Um estudo de pesquisadores da Society of Cannabis Clinicians confirmaram o que muitos médicos já comprovavam na experiência clínica: a Cannabis pode substituir o uso desses medicamentos.

A pesquisa, coordenada pelos médicos Kevin Takakuwa e Dustin Sulak, acompanhou quase 500 pacientes vítimas de dor crônica que utilizavam opioides associados à Cannabis medicinal em seu tratamento. 

Resultados do tratamento de dor crônica com Cannabis

Em menos de um ano, 40% dos pacientes haviam abandonado completamente o uso de opioides. Outros 45% conseguiram reduzir o consumo desses medicamentos. Quase metade relatou que as dores diminuíram consideravelmente após o tratamento com Cannabis, além de terem sentido uma melhora na capacidade funcional (80%) e da qualidade de vida (87%). 67% dos participantes não pretendiam continuar usando opioides no futuro.

“Os pacientes neste estudo relataram que a Cannabis foi um complemento útil e substituto dos opioides prescritos no tratamento da dor crônica. Teve o benefício adicional de melhorar a capacidade funcional e a qualidade de vida”, concluíram os pesquisadores. 

Mais estudos

Outro estudo testou o efeito dos fitocanabinoides em animais com dor aguda e neuropática e descobriram que seus efeitos analgésicos, que incluem também propriedades anti-inflamatórias, são até 10 vezes mais potentes que a morfina. Em contrapartida, não há, em toda a história, qualquer relato de overdose pelo uso de Cannabis. 

Redação Cannabis & Saúde

Postagens recentes

Inédito: Justiça autoriza 10 pacientes a plantar Cannabis em casa

Autorização coletiva permitirá o tratamento de doenças como depressão, epilepsia, enxaqueca, alcoolismo e se estende…

14 horas agora

Médico e paciente, psiquiatra conta como a Cannabis mudou sua vida

Vítima de atropelamento, com estresse pós-traumático, Caio Vieira encontrou tratamento na Cannabis, e agora amplia…

15 horas agora

Lúpus: o que é, sintomas, diagnóstico e tratamento com CBD

O lúpus é uma doença inflamatória autoimune, causada por uma reação anormal do sistema imunológico.…

22 horas agora

Família faz vaquinha para custear canabidiol para criança com microcefalia no RJ

Jogadores do Vasco estão envolvidos na campanha pelo tratamento do Yuri e vão doar itens…

2 dias agora

“A Cannabis me deu mais prazer em tratar pacientes”, diz neurologista

A doutora Christina Funatsu relata angústias e experiências em sua prática com Cannabis medicinal ……

2 dias agora

Sistema Imunológico: o que é, como funciona e importância

O sistema imunológico existe para conter ou rechaçar eventuais invasores com potencial de causar danos…

2 dias agora