Destaques

Pesquisa demonstra potencial antibiótico da Cannabis

Os fitocanabinoides podem estar perto de ganhar mais uma função dentro da medicina. Uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Queensland em parceria com a farmacêutica Botanix, pela primeira vez, trouxe evidências de que o CBD é capaz de matar bactérias que os antibióticos tradicionais têm dificuldade.

De acordo com o professor do Instituto de Biociência Molecular, Mark Blaskovich, o canabidiol penetra e mata até algumas das bactérias mais resistentes. “Esta é a primeira vez que o CBD demonstrou matar alguns tipos de bactérias gram-negativas. Essas bactérias têm uma membrana externa extra, uma linha adicional de defesa que torna mais difícil a penetração dos antibióticos”, revelou em comunicado.

O estudo demonstrou a eficiência do canabinoide em bactérias como Neisseria gonorrhoeae, que causa gonorreia, e a MRSA (Staphylococcus aureus resistente à meticilina), uma bactéria que, como o nome diz, desenvolveu resistência ao tratamento com o antibiótico tradicional, meticilina, e provoca casos graves de pneumonia.

“Isso é particularmente empolgante porque não houve novas classes moleculares de antibióticos para infecções gram-negativas descobertas e aprovadas desde a década de 1960, e agora podemos considerar a criação de novos análogos do CBD dentro de propriedades aprimoradas”.

Como a Cannabis age contra bactérias resistentes?

O pesquisador explica que o canabidiol é particularmente bom em quebrar biofilmes – o acúmulo viscoso de bactérias, como a placa dentária na superfície dos dentes – que ajudam bactérias como o MRSA a sobreviver a tratamentos com antibióticos. 

“Achamos que o canabidiol mata as bactérias ao estourar suas membranas celulares externas, mas ainda não sabemos exatamente como ele faz isso e precisamos fazer mais pesquisas”, ponderou.

“Os resultados clínicos da Fase 2a são esperados no início deste ano e esperamos que isso abra caminho para os tratamentos para gonorreia, meningite e doença do legionário (forma grave de pneumonia).”

Resultados animadores

Por enquanto, os modelos de laboratório trazem resultados animadores. “O canabidiol mostrou uma baixa tendência de causar resistência em bactérias, mesmo quando aceleramos o desenvolvimento potencial aumentando as concentrações do antibiótico durante o ‘tratamento’.”

Enquanto aguardam mais pesquisas, a Botanix trabalha no desenvolvimento de um produto a base de canabidiol para ser utilizado na desinfecção e salas cirúrgicas. “Agora que estabelecemos que o canabidiol é eficaz contra essas bactérias Gram-negativas, estamos examinando seu modo de ação, melhorando sua atividade e encontrando outras moléculas semelhantes para abrir o caminho para uma nova classe de antibióticos”, afirmou Vince Ippolito, presidente da Botanix.

Redação Cannabis & Saúde

Postagens recentes

“Nosso corpo está preparado para receber os fitocanabinoides”, diz urologista

Especialista em urologia e pós-graduado em medicina integrativa, o médico Ricardo Vieira Ferreira mudou sua…

3 dias agora

Hospital das Clínicas da USP lança seu primeiro curso de Medicina Canabinoide

Em formato de EAD, o curso tem como objetivo o domínio do conhecimento sobre produtos…

3 dias agora

Hypera, maior farmacêutica brasileira, entra no setor da Cannabis

Já é a segunda farmacêutica tradicional brasileira que busca ampliar o portfólio com produtos à…

4 dias agora

Evento discute o mercado e inovação da Cannabis medicinal no Brasil e mundo

We Need to Talk About Cannabis trouxe especialistas em diversas áreas para discutir o cenário…

4 dias agora

A norte-americana dra. Genester Wilson-King foi atração do último dia do Medical Cannabis Summit

Ginecologista, obstetra e especialista no gerenciamento da idade, Wilson-King explicou os benefícios da Cannabis para…

6 dias agora

Capoeirista que fraturou a perna em acidente volta a gingar com Cannabis

No Medical Cannabis Summit, ortopedista Dr. Jimmy falou sobre Cannabis na traumatologia, controle de dor…

7 dias agora