Destaques

Dia histórico na Argentina: é sancionada a lei da Cannabis medicinal e do cânhamo industrial

O dia 24 de maio vai ficar marcado na Argentina, foi sancionada a lei que regulamenta a Cannabis medicinal e o cânhamo industrial no país vizinho. O presidente, Alberto Fernández, aprovou a lei que tinha passado pela câmara dos deputados que criou um novo marco regulatório para a indústria no país.

Agora, será formada uma agência reguladora, a ARICCAME do setor para estabelecer normas para a produção, importação e exportação dos derivados de Cannabis. De acordo com o ministro do desenvolvimento argentino, Matías Kulfas, a lei inaugura uma nova indústria no país e a expectativa é criar 10 mil postos de trabalho em 3 anos e gerar até 50 milhões de dólares em exportações.

Matías Kulfa, Alberto Fernández e Vera Salech | Reprodução Twitter

Alberto Fernández: “Triunfo da sociedade contra a hipocrisia”

Na cerimônia de assinatura da lei da Cannabis e cânhamo, o presidente argentino, Alberto Fernández, comemorou o que chamou de “vitória da sociedade contra a hipocrisia” e lembrou que muitas áreas serão beneficiadas com a nova legislação argentina.

“Estamos dando passos muito importantes em termos industriais, em termos farmacológicos e, principalmente, em termos de saúde.”

A lei das deputadas Mara Brewer e Carolina Gaillard foi aprovada com ampla maioria na câmara, foram 155 a favor, 56 contra. Também presente na cerimônia, a fundadora da ONG Mama Cultiva, Valeria Salech, lembrou que ainda há muito a ser feito a partir da publicação da lei.

“Quando se promulga uma lei não se alcança o objetivo, se chega a um ponto de partida. Agora vamos trabalhar muito. E vamos seguir esse trabalho para que a lei seja o mais reparatória possível para todos esses grupos e coletivos que por todos esses anos colocaram a mente, o corpo, o coração, a cabeça e a vontade pelo bem comum.”

A Argentina, autorizou o uso medicinal da Cannabis em lei de 2017, em 2020 o cultivo em pequena escala foi autorizado para fins medicinais e de pesquisa. Agora, uma grande cadeia produtiva vai se estruturar no país, que já é um grande exportador de bens agrários.

No Brasil, a legislação exige que os pacientes que queiram usar Cannabis no tratamento tenham uma prescrição médica por profissional especializado. Na plataforma de agendamento de consultas do portal Cannabis & Saúde, você pode entrar em contato com diversos médicos especialistas prescritores.

Gregorio Ventura

Editor e jornalista especializado em Cannabis Medicinal

Postagens recentes

Estudo: pessoas com enxaqueca podem se beneficiar com a Cannabis

Na Universidade do Arizona, nos EUA, uma equipe de pesquisadores revisou os resultados de estudos…

1 dia agora

Crianças podem usar óleo com altos índices de THC?

É imprescindível ter segurança para utilizar um canabinoide como medicamento, ainda mais quando o tratamento…

1 dia agora

Neurocirurgião fala sobre suas primeiras experiências com a Cannabis

Apesar de ser neurocirurgião, o médico Gustavo Valadão atende a todas as patologias neurológicas e…

1 dia agora

Cannabis marcou seu espaço na BIO Convention

Tratando temas regulatórios, pesquisas na área e a possibilidade de produtos à base de Cannabis…

1 dia agora

Suíça simplifica acesso de pacientes à Cannabis

O governo federal da Suíça retirou a necessidade de uma autorização especial para quem quer…

2 dias agora

Neurologista apoia o uso da Cannabis no tratamento da COVID longa

Em LIVE do portal Cannabis & Saúde, a médica Marcela Agostinho explicou as causas dos…

2 dias agora